Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Black Friday: Compre mas não se deixe enganar...

Publicado em: 2019-11-22

Centros comerciais, lojas de comércio tradicional, websites, imprensa...tudo começa a vestir-se de negro para mais uma edição da Sexta-Feira Negra já no próximo dia  29 de Novembro, sexta-feira.

Tudo começou nos EUA, havendo várias teorias quanto à designação adoptada, sendo uma das mais aceites a que apresentamos mais à frente.

São de facto várias as excelentes oportunidades de compra que se dão neste dia, sobretudo no que a produtos mais caros diz respeito, no entanto, há alguns cuidados  a ter para que não seja enganado, já que também é neste dia em que grandes burlas acontecem.

A equipa do Portal reuniu muito resumidamente algumas dicas para que compre em segurança, e que as compras que fizer tenham de facto descontos reais e verdadeiros:

  • Analize o preço do artigo que pretende comprar, se possivel com três ou quatro semanas de antecedência, em diferentes lojas (algumas lojas anunciam descontos em que o preço dos artigos tem o mesmo preço que noutras alturas do ano ou até mais alto...)
  • Preços muito baixos? Cuidado! (a falta de qualidade, o facto de já terem sido devolvidos ou terem algum defeito podem ser a razão do valor baixo)
  • Em compras online, cuidado com anúncios, emails e sites falsos tanto no google como nas redes sociais e jamais disponibilize informação pessoal em wi fi públicos ou responda a emails que suscitem dúvidas quanto à sua origem. Cuidado ainda com as “falta de stock”, esta é uma das maiores razões de queixa por parte dos consumidores.
  • Se vai comprar certifique-se de que lê as letras pequeninas que por vezes informam acerca das condições de troca ou devolução de um artigo após a sua compra, para depois não ser surpreendido.
  • Compre apenas o que precisa, estipule um orçamento para este dia e confirme se os portes de envio não são de tal forma altos que acabam por tornar  o produto mais caro do que se não estivesse em promoção. Não se esqueça ainda que o Cyber Monday acontece logo na segunda-feira seguinte,quem sabe com preços ainda mais aliciantes...

Agora que já expusémos algumas considerações para minimizar os “enganos” nas compras, passemos então à explicação do termo Black Friday.

O termo Black Friday teve origem nos Estados Unidos, em 1869 devido a uma crise económica. Dois especuladores na bolsa de Wall Street depois de tentarem  árduamente retomar o mercado do ouro na Bolsa de Nova York, conseguindo assim grandes lucros, viram gorados os seus planos levando assim a que o mercado entrasse em bancarrota. Uma intervenção do Governo foi então necessária: aumentou-se a oferta da matéria prima o que levou a que os preços caíssem levando à perda de verdadeiras fortunas por parte dos investidores.

Outra teorias é a de que o termo tenha surgido por marcar o dia a partir do qual as contas dos vendedores passavam a positivo (Preto) e deixavam de estar no vermelho.

Nos dias que correm, a Black Friday é uma enorme operação de escoamento de stocks, com baixa dos preços, dando início ao periodo de compras de Natal.

Nos EUA, o evento acontece tradicionalmente depois do feriado de Ação de Graças.  Esta tradição estendeu-se entretando a mais países como Portugal, Brasil, Reino Unido, Austrália, Canadá e Paraguai, que também incluem esta data no seu calendário comercial.

 

(Detetou algum erro ou necessidade de correção? Agradecemos que nos informe. A equipa do Portal agradece)

Autoria:

PNMF




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar este artigo, Partilhe!
490 PARTILHAS / VISITAS

PODERÁ GOSTAR DE LEROUTROS ARTIGOS EM DESTAQUE