Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Como poupar no supermercado?

Publicado em: 2020-06-10

Como poupar no supermercado? Está é uma boa questão que muitas vezes colocamos a nós próprios, mas nem sempre temos as respostas necessárias para o podermos fazer. 

A pensar nesta questão, decidimos dar uma ajuda para que consiga poupar um valor extra em cada mês. Eis as nossas dicas sobre como poupar no supermecado e nas compras mensais.

Lembre-se, os supermercados e hipermercados sabem quais os nossos hábitos de consumo em geral, e muitas vezes montam diversas armadilhas para apanhar os consumidores mais incautos, assim, prepare-se bem sempre que vai a um desses espaços para evitar despesas desnecessárias.

Primeiro passo, antes de ir fazer as suas compras, prepare uma lista do que realmente necessita e deve comprar (esta lista deve ser recorrente de mês a mês), nessa lista coloque todos os produtos de gasto mensal e nas quantidades necessárias para que não tenha de ir muitas vezes abastecer no mesmo mês, o ideal será uma ida apenas mensalmente para uma compra grande.

Ao preparar a sua lista, faça o trabalho de casa e estude as várias promoções em vigor para o período em que pretende fazer as compras, compare os preços dos diversos estabelecimentos e tome sempre em atenção os folhetos de descontos, pois neles constam muitos dos produtos necessários e sempre com preços abaixo do valor normal.

Como preparar a lista? Deixamos alguns pontos essenciais:

  • A lista deve conter apenas os produtos e bens que o seu agregado familiar necessita para esse mês
  • Opte sempre por produtos com um prazo de validade mais duradouro
  • Sempre que possível compre alguns produtos passíveis de serem congelados para serem consumidos ao longo do mês.
  • Tenha cuidado com os produtos frescos, pois são de rápida degradação e quando não usados atempadamente, acabam por ir parar ao lixo e é dinheiro que se deita fora

É importante levar sempre uma lista para quando for fazer as compras mensais, assim não retiramos o foco no objectivo principal que é poupar e comprar apenas o necessário, evitando caprichos e a aquisição de bens desnecessários e que podem pensar (e muito) no orçamento mensal.

Marca Branca vs Marca Original

Este é sempre um grande dilema com que nos deparamos, mas a questão aqui é que hoje em dia já existem bastantes alternativas às marcas originais em que a qualidade do produto não é muito inferior à original, e acaba sempre por compensar ao nível de preços, assim o que recomendamos é que sempre que possível opte por produtos de marca branca, no entanto, caso a marca original esteja em promoção e o valor muito perto do preço da marca branca, sugerimos que compre a marca original, pois a qualidade por norma é superior.

Fui às compras sem comer!

Este é um dos erros mais comuns que os consumidores acabam sempre por cometer, as grandes superfícies pensam em todas as maneiras possíveis de levar um consumidor a adquirir produtos e no que toca a comida, são infalíveis, seja pelo cheiro, seja pela provas de produtos espalhadas pelos diversos cantos do estabelecimento ou simplesmente pela disposição dos artigos no espaço, a tentação é sempre grande e se vamos com fome, acabamos sempre por cair na armadilha de adquiri algo para comer, pois fazer compras de estomago vazio não é nada agradável e até acaba por ser penoso.

Sugerimos que antes de se deslocar a um espaço comercial, tome uma refeição ligeira e aconchegante, assim evita despesas adicionais ao comprar produtos que pelo impulso do momento acabar por trazer e por vezes nem se consomem.

E as crianças, devem ir às compras?

Este também é um ponto a considerar quanto se trata de poupança. É saúdavel levar as crianças a passear aos espaços comerciais, mas no que toca a compras mensais, o que sugerimos é que se puder deve evitar sempre levar as crianças no carrinho de compras. Por um lado, torna-se incomodo para elas ao fim de algum tempo de andarmos nos corredores, acabam por se saturar, e isso leva-nos a apressar o nosso passo e na aquisição dos produtos da nossa lista, e acabamos por cometer alguns erros na escolha dos produtos de uma forma inevitável devido à pressão do momento.

Por outro lado, as crianças são sempre grandes influenciadores e com um grande poder de persuasão naquilo que pretendem, e por mais que tentemos, acabamos sempre por ceder em alguma das exigências que eles fazem durante o seu passeio pelos corredores, acabamos assim por trazer mais produtos do que o que inicialmente tinhamos pensado (quem tem coragem de dizer que não a uma criança aquele peluche fofinho que estava no corredor dos doces?)

Para finalizar, deixamos mais algumas dicas adicionais de como poupar no supermercado:

  • Leve os seus próprios sacos para transportar as suas compras
  • Peçam sempre a sua factura com NIF, pois estas despesas entram no IRS
  • Olhe para as prateleiras de alto a baixo, por vezes os produtos com melhores preços encontram-se menos visíveis
  • Faça um planeamento semanal das suas refeições, assim fica a saber as necessidades mensais dos produtos a adquirir numa compra grande
  • Sempre que possível, compre em grandes quantidades, ter a despensa cheia durante o mês é sinal de poupança, evita idas adicionais desnecessárias às compras e poupa no combustível também
  • Evite as comidas pré-feitas ou de plástico, por norma acabam sempre por sair mais caras do que fazer a comida em casa
  • Opte sempre por um carrinho ou cesto de compras mais pequeno se possível, é uma forma de controlar o que estamos a levar e deixar de fora os produtos que não precisamos
  • Tenha em atenção ao talão da compra, confirme se leva tudo o que pagou e se os preços estão correctos
  • Por fim, deixamos aqui um site comparador de preços de supermercados que pode ser útil na escolha das suas compras


Autoria:

PNMF




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar este artigo, Partilhe!
260 PARTILHAS / VISITAS

PODERÁ GOSTAR DE LEROUTROS ARTIGOS EM DESTAQUE