Bem Vindo à<br>Freguesia de Monsanto

Freguesia de Monsanto

Menu da Freguesia

Apresentação

A Freguesia de Monsanto é uma freguesia do concelho de Alcanena, com uma área de 18,4 Km2, com cerca de mil e duzentos habitantes, e é composta pelos lugares de Monsanto, Casais da Moreta e Covão do Feto.

A Freguesia de Monsanto foi criada em 11 de Abril de 1925, foi terra medieval e teve a Confraria da Caridade, fundada em Agosto de 1353.

Em 1527, juntamente com o lugar do Covão do Feto, possuía 43 vizinhos e cerca de 200 habitantes (equivalente ao lugar de Alcanena).

A região de Monsanto fica situada entre dois “monumentos históricos”, que são ainda sinais visíveis da presença romana por estes lugares – a ponte romana de Alcanede e a “vila Cardillium”, junto a Torres Novas. A antiga freguesia do Divino Espírito Santo de Monsanto, como era designada, já fez parte ao concelho de Torres Novas, passando a pertencer ao concelho de Alcanena desde a sua fundação, em 1914, mais precisamente a 8 de Maio, data em que foi criado o concelho de Alcanena.

Lenda

Conta-se em Monsanto uma curiosa lenda que explica a origem do nome da nossa freguesia. Diz-se, então, assim: “Numa antiga capela situada no cimo de um cabeço existia uma corda comprida, presa ao sino, que era usada para dar o alarme aos habitantes em caso de perigo. Certo dia, um burro que por ali pastava puxou a corda, fazendo tocar o sino, acorrendo de imediato a população para saber o que tinha acontecido. Quando chegaram ao local, viram que tinha sido o burro que puxara a corda, e viram ladrões a correr, logo começaram a chamar ao animal, burro santo, e ao local, monte santo. Daí a Monsanto foi um passo”

Igreja

A Igreja de Monsanto é considerada como a mais bela da região.

É de estilo Barroco, datada do ano de 1708. No frontão são visíveis dois nichos, onde se veem as imagens de S. João Batista e de N. Srª da Conceição, em pedra, quase do tamanho real. Em baixo relevo, o Espírito Santo, também em pedra, do século XVIII.

 No seu interior, destacam-se dois altares em talha setecentista com as imagens da Santíssima Trindade e de Santo António.

Entre as alfaias que a Igreja possui destacam-se: um paramento do século XVII; coroa do Espírito Santo de porta doirada, do século XVII; relicário de prata doirada (D. João V) com a cruz do Santo Lenho. 

Moinhos

Na Freguesia de Monsanto existem 5 moinhos.

Os moinhos eram de extrema importância para esta zona, pois neles moía-se o trigo e o milho, para se fazer a farinha com a qual se fazia o pão. Como era uma zona muito ventosa, facilmente as velas do moinho mexiam, faziam rodar as mós no interior do moinho e moíam os grãos de trigo ou de milho.

Fonte do Pião

A Fonte do Pião remonta ao ano de 1884. Fica situada num ponto estratégico de passagem.

Sabe-se que esta fonte não era usada apenas para abastecer água era também um local onde alguns namorados marcavam os seus encontros.

Na altura da espiga (quinta feira da Ascensão) também se faziam jogos e bailes junto a esta fonte. 

Torre do Relógio

A Torre do Relógio foi mandada construir pelo Sr. José Maurício Calado, que posteriormente a doou à freguesia.

O Sr. José Maurício Calado era um homem muito rico, que tinha muitas pessoas ao seu serviço. Mandou construir esta torre com um relógio (daí o nome Torre do Relógio), para que os seus empregados soubessem sempre as horas de modo a evitar atrasos, na hora de começar a trabalhar.


Conteúdo Brevemente Disponível

LISTA DE ENTIDADES NESTA FREGUESIA

Temos milhares de entidades à sua disposição! pesquise por hoteis, empresas, escolas, institutos, associações, serviços de finanças entre outros.

Mostrar Resultados



PUBLICIDADE




FB