Bem Vindo a<br>Camara Municipal de Estremoz - contactos, morada, executivo, serviços, fotos - Municipios de Portugal

Portal Nacional dos Municipios e Freguesias

Bem Vindo à
Câmara Municipal de Estremoz

EVITE AS MULTAS: SAIBA ONDE VÃO ESTAR OS RADARES DA PSP ATÉ FINAL DE AGOSTO - VEJA A LISTA COMPLETA AQUI

Câmara Municipal de Estremoz

Menu do Município

Estremoz integra o subgrupo de municípios do alentejo Central. Insere-se numa região integrada, denominada por Zona dos Mármores, sub-região que agrupa também os municípios de Alandroal, Borba e Vila Viçosa. 

Goza de uma posição geográfica privilegiada, devido à sua localização no cruzamento de dois importantes eixos de desenvolvimento: Lisboa Madrid e Faro-Guarda, e de ligação rodoviária, quer no estrangeiro, quer no eixo norte-sul pelo interior do país, o que lhe confere uma grande importância estratégica associada a uma fácil acessibilidade. É limitado a Norte pelos concelhos de Sousel, Fronteira Monforte, a Nascente pelo concelho de Borba, a Sul pelos concelhos de Évora e Redondo, e a Poente pelo concelho de Arraiolos, ocupando uma área total de cerca de 514km2 e com uma densidade populacional de 30 Hab/km2. 
Estes factores contribuem para que o concelho e a cidade se afirmem, cada vez mais, como um importante polo regional de desenvolvimento.

No que diz respeito ao relevo e à paisagem a cidade de Estremoz situa-se numa elevação que atinge os 448m de altitude. Desta posição sobranceira é possível admirar a bela e vasta paisagem rural em seu redor, de onde se pode avistar, do alto do seu castelo, algumas povoações limítrofes, os campos e montes alentejanos. O relevo é caracterizado pela existência de algumas massas montanhosas de baixa altitude a par da peneplanície alentejana que ocupa mais de 3/4 da superficie do concelho. As massas montanhosas que mais sobressaem são os contra-fortes da Serra DOssa e as elevações ocupadas pelos calcários da cidade, até ao limite com o concelho de Sousel onde essas elevações são designadas por Serras da Lage, Sousel e S. Bartolomeu. 

A nascente da cidade de Estremoz a paisagem está marcada pela exploração e extracção de mármore. Na ocupação dos solos, predomina a culruta extensiva e de sequeiro, com especial relevância para os cereais, muitas já reconvertidas em áreas de aproveitamento agro-silvo-pastoril, a par do olival, montado de azinho e sobro, e algumas manchas ocupadas com vinha, pomares, pinhal, eucaliptal e matos inclutos, dispersos um pouco por todo o concelho.

Até ao ano de 2013, o concelho de Estremoz possuía 13 freguesias, duas urbanas - Santo André e Santa Maria - e onze rurais: Arcos, Evoramonte, Glória, S. Bento do Ameixial, S. Bento do Cortiço, S. Bento de Ana Loura, S. Domingos de Ana Loura, Santo Estêvão, S. Lourenço de Mamporcão, Veiros e Santa Vitória do Ameixial.

Após a reorganização administrativa autárquica, que aconteceu em 2013, o território concelhio passou a ser constituído por 9 freguesias. Mantiveram-se inalteradas as freguesias de Arcos, Evoramonte, Glória, S. Domingos de Ana Loura e Veiros, sendo agregadas em Uniões de Freguesias as restantes 8 freguesias, da seguinte forma: União das Freguesias de Estremoz (Santa Maria e Santo André), União das Freguesias do Ameixial (Santa Vitória e São Bento), União das Freguesias de S. Lourenço de Mamporcão e S. Bento de Ana Loura, União das Freguesias de S. Bento do Cortiço e Santo Estêvão.
Na sua totalidade, as freguesias do concelho perfazem uma área de 514 km2 e têm uma população de cerca de 14.300 habitantes (Censos 2011).

Em termos históricos o concelho de Estremoz foi palco de diversos acontecimentos que marcam indelevelmente a história de Portugal. Exemplos disso são o Paço Real do castelo de Estremoz, construído por D. Dinis, onde em 1336, faleceu a Rainha Santa Isabel.
Estremoz foi também palco das reuniões de corte, nos reinados de D. João I e de D. Afonso V, e também já em 1497, D. Manuel entregou aqui, a Vasco da Gama, o comando da esquadra que o levou à Índia. Esta utilização, como aquartelamento de tropas, viria a verificar-se também durante a Guerra da Restauração, de onde as tropas partiram para diversas batalhas travadas nos anos que se seguiram à declaração de independência, em 1640. Na Freguesia de St. Vitória do Ameixial, travou-se. Em 1663 a célebre Batalha do Ameixial, uma das mais importantes batalhas da Restauração da independência de Portugal. Foi também, o Castelo de Estremoz, o quartel-general de D. Nuno Álvares Pereira, patrono da Infantaria, que comandou as tropas Portuguesas nas emblemáticas Batalhas dos Atoleiros e de Aljubarrota, em 1384 e 1385, frente às tropas de Castela e cujas vitórias viriam a consolidar a Independência Portuguesa. Por sua vez em Evoramonte, no dia 26 de Maio de 1834, foi assinada a Convenção de Évora Monte pondo termo à guerra civil (1832-34), entre absolutistas e liberais.



 


Conteúdo Brevemente Disponível

Empresas Neste Municipio

Visite a página no Facebook deste Municipio

Freguesias na Câmara Municipal de Estremoz

Arcos União das Freguesias de Estremoz (Santa Maria e Santo André) Evoramonte Glória São Domingos de Ana Loura União das Freguesias do Ameixial (Santa Vitória e São Bento) União das Freguesias de São Bento do Cortiço e Santo Estevão União das Freguesias de São Lourenço de Mamporcão e São Bento de Ana Loura Veiros