Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Tradicao do -Pintar e Cantar dos Reis- considerada Patrimonio Nacional Cultural Imaterial

Esta tradição singular proveniente de Alenquer foi elevada a Património Nacional Cultural Imaterial, pela Direção-Geral do Património Cultural no passado dia 16 de julho. Foi anunciada no dia 16 de julho de 2021, pela Direção-Geral do Património Cultural, a inscrição em Diário da República desta tradição no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, depois de, em 2016, o município ter avançado com a candidatura desta tradição com o objetivo de preservar a identidade e cultura, a tradição oral e a autenticidade do povo alenquerense. Reflete os critérios relativos à importância da manifestação do património cultural imaterial, enquanto reflexo da identidade da comunidade em que esta tradição se originou e na qual se pratica, traduzida em práticas transmitidas intergeracionalmente, com recurso privilegiado à oralidade e à observação e participação direta. Esta tradição tem vindo a resistir ao tempo e progressivamente a rejuvenescer junto das comunidades do concelho. Com esta inscrição, o município reuniu um conjunto de documentos – vídeos e obra impressa – com o intuito de estabelecer um vínculo futuro de memória coletiva com o país. A ideia subjacente a esta candidatura é a promoção e salvaguarda desta tradição, enquanto manifestação cultural, promovendo o aumento do interesse público e da sua integração e coesão social, com vista à promoção da sua sustentabilidade, conservação e valorização. “É um fantástico e justíssimo reconhecimento a todos os homens e mulheres do nosso concelho que ao longo dos séculos têm mantido esta tradição viva e que os deve encher a todos de orgulho, assim como a nós que, humildemente, iniciámos este processo de reconhecimento nacional. É um prémio muito especial para todos os nossos pintores e cantores, aos nossos reiseiros, e é assim que o devem entender, pois ninguém como eles o merece tanto”, explicou Rui Costa, vereador com a tutela da Cultura e do Património. Crendo que o "Pintar e Cantar dos Reis” é atualmente “a mais valiosa manifestação de património cultural imaterial do concelho foi com uma enorme felicidade que recebemos esta notícia da inscrição da tradição no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, no passado dia 16 de julho. É o corolário de mais uma etapa, a terceira, depois de concluído o estudo inicial com a edição de um livro e documentários, seguido da declaração como Património Cultural Imaterial de Interesse Municipal e agora com este reconhecimento nacional”, acrescentou Rui Costa. “Agora o objetivo é dar continuidade a este processo de valorização desta tradição e partir para a última etapa de reconhecimento internacional - a Património Cultural da Humanidade, organizando-se uma candidatura devidamente instruída junto da UNESCO, plenamente conscientes da dificuldade, complexidade e do tempo necessário para esse efeito. Um agradecimento especial à Cooperativa Cultural Memória Imaterial, nosso parceiro neste projeto, e que desempenhou igualmente um papel fundamental em todo este processo de candidatura”, concluiu Rui Costa.



ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

81 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Alenquer - VER TODAS

Aviso de Transito

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Alenquer

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.