Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Loures recebeu seminário internacional sobre as mulheres e o mundo do trabalho

 

Um seminário que pretendeu proporcionar um espaço de reflexão, a partir do contributo do MDM e de outras organizações filiadas e não filiadas na FDIM, que permitiu avaliar a situação e os direitos das mulheres no mundo do trabalho, em Portugal e em outros países da Europa, bem como contribuir para o estabelecimento de relações de solidariedade na luta das mulheres pelo direito ao trabalho com direitos, condição fundamental para a afirmação e exercício de direitos e para o desenvolvimento social.

 

“Se dúvidas houvesse sobre as problemáticas e a importância do papel das mulheres no trabalho e na sociedade, este tempo de pandemia veio sublinhar ainda mais essa importância. Pôs em evidência as particulares dificuldades que, em muitos setores e áreas da sociedade, as mulheres enfrentam e, em particular, na questão laboral”, começou por dizer o presidente da Câmara Municipal de Loures na sessão de abertura do seminário internacional.

 

Bernardino Soares salientou que, cada vez mais, “continuamos a ter arcaísmos inaceitáveis na consideração e no papel da mulher nas relações de trabalho e na vida profissional, que é ainda, em muitos casos, uma miragem a conciliação entre a vida profissional e a vida familiar, e isso dá uma plena atualidade a este seminário, assim como a esta organização”.

 

No Município de Loures, continuou o autarca, “estamos muito atentos a esta condição”, notando que ”procuramos, com tudo o que tem a ver com as nossas estruturas, avançar o mais possível no reconhecimento do papel das mulheres e erradicar qualquer possibilidade de a sua condição de mulher ser um fator de diminuição no seu estatuto profissional”.

 

A sessão de abertura contou ainda com a presença de Ana Souto, da direção nacional do Movimento Democrático de Mulheres. “Este seminário foi pensado num tempo em que, em Portugal e num mundo cada vez mais desigual, injusto e violento, se faziam sentir as fortes mágoas de um ciclo de retrocessos nas condições de vida das mulheres, na sua situação económica e de violações grosseiras no cumprimento dos direitos laborais e sociais, marcado pela crise do sistema capitalista”, destacou, acrescentando que a evolução da situação das mulheres no trabalho, bem como em todas as esferas da vida, foi agravada em Portugal no quadro da pandemia gerada pela Covid-19.

 

Já Ada Donno, vice-presidente da Federação Democrática Internacional de Mulheres, reiterou a importância do tema deste seminário, como sendo “central na vida em sociedade”.

 

O vereador da Câmara Municipal de Loures, Gonçalo Caroço, marcou igualmente presença na sessão de abertura do seminário.

 

Mesas temáticas

Ao longo do dia foram vários os temas abordados por diversas oradoras nacionais e estrangeiras, e dos quais se destacam: Os aspetos específicos e comuns na situação e nos direitos das trabalhadoras por profissão, qualificação e idade, o peso das trabalhadoras por grandes setores de atividade económica; O emprego e o desemprego das mulheres, o peso da precariedade, dos baixos salários e das discriminações, as suas consequências na degradação do estatuto socioprofissional e os impactos no direito ao projeto de vida pessoal, profissional e familiar, face à autonomia económica e social; entre outros.

 




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

58 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Loures - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Loures

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.