Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Loures aprova plataforma de acompanhamento do Plano Municipal para a Integração de Migrantes

 

A plataforma será responsável pela conceção do Plano Municipal para a Integração de Migrantes, bem como pela sua implementação e avaliação. Irá funcionar como órgão consultivo e de monitorização das políticas locais na área das migrações. 

 

Depois da cerimónia protocolar, que decorreu na Biblioteca Municipal José Saramago, em Loures, o presidente da Autarquia, Bernardino Soares, lembrou que Loures é “um concelho com uma enorme e antiga tradição de acolhimento de migrantes de todas as regiões do país e do mundo. E entendemos isso como uma riqueza que nos traz mais-valias e enriquecimento cultural, social e também económico”.

 

Contudo, o autarca reitera que é necessário que esses migrantes estejam “devidamente integrados nos seus direitos, com respeito pelas suas culturas, numa perspetiva multicultural, e com condições de dignidade, seja no trabalho, na habitação, no acesso à saúde ou à educação”, e para tal é necessário “um esforço adicional das entidades públicas, mas também um conjunto de outras entidades”.

 

Bernardino Soares relembra que estas intervenções “devem ser coerentes, integradas e perenes”, que não estejam “sujeitas apenas a um financiamento comunitário para um determinado ano, ou a um programa especial”, que quando termina o financiamento, “acaba também a ação e a intervenção”.

 

Para o autarca é importante não esquecer que Loures é “um concelho com cerca de 10% de migrantes e que tem, para além disso, um conjunto muito alargado de portugueses com origem em famílias que vieram de outros países” e, sendo  isso uma riqueza, “deve obrigar-nos a dar uma atenção cada vez maior à integração destas comunidades, envolvendo todas as entidades da administração central, local, os parceiros da área da educação, da saúde, as instituições, as associações de migrantes e outras assentes na população e no território”, reiterando que “só com este trabalho conjunto vamos conseguir ter uma intervenção permanente, continuada e com efeitos concretos na vida das pessoas”.

    

Boas-práticas de acolhimento e integração

Recorde-se que o Plano Municipal para a Integração de Migrantes tem como objetivo definir estratégias conjuntas, promotoras da integração da comunidade migrante que reside no concelho, valorizando o seu potencial para o desenvolvimento local.

 

Pretende-se que este plano aprofunde e dissemine as boas-práticas de acolhimento e integração de migrantes, já desenvolvidas no concelho, estabeleça estratégias promotoras de uma atuação integrada entre as diferentes entidades que atuam no território e ainda, que introduza políticas e novas medidas promotoras do diálogo intercultural, da valorização da diversidade e da interculturalidade.

 

 




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

80 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Loures - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Loures

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.