Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

A Banda DAlém e a Cidade de Lisboa durante o antigo regime

No dia 23 de abril, Dia Mundial do Livro e do Direito do autor, teve lugar o lançamento do livro A "Banda DAlém" e a Cidade de Lisboa durante o antigo regime - Uma Perspetiva de História Económica Regional Comparada, de António Gonçalves Ventura, na Galeria Municipal.

A cerimónia contou com a presença do presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, do autor, António Gonçalves Ventura e de Maria de Fátima Vieira, responsável pelo prefácio da obra, que integra a 2.ª série da Coleção Estudos Locais da Câmara Municipal do Montijo.

O presidente da Câmara Municipal do Montijo referiu que “é obrigação das autarquias locais, dos autarcas e de todos aqueles que defendem a cultura, publicar obras importantes para a compreensão e entendimento da nossa história, como é o caso da obra "A ‘Banda DAlém" e a Cidade de Lisboa durante o antigo regime - Uma Perspetiva de História Económica Regional Comparada, de António Gonçalves Ventura”.

O presidente deixou uma palavra de apreço ao autor e afirmou que “a obra tem uma importância significativa que vai permitir compreender a nossa inserção na região de Lisboa, na Banda D’Além e, assim, compreender a nossa cidade, a nossa cultura e a relevância que o Montijo teve ao longo da história”.

António Gonçalves Ventura agradeceu à Câmara Municipal do Montijo e sublinhou que a obra em questão ”por se tratar de um texto académico” é um livro “complicado” recomendando aos leitores que leiam esta dissertação “aos poucos para que se entenda o complexo enredo das matérias em questão”.

A "Banda DAlém" e a Cidade de Lisboa durante o antigo regime - Uma Perspetiva de História Económica Regional Comparada é uma obra fundamental para o estudo e compreensão da relação dos concelhos ribeirinhos da margem esquerda do Tejo com a cidade de Lisboa durante o Antigo Regime.

António Gonçalves Ventura, reflete sobre os efeitos da ação humana e a natureza do mercado, aliados a fatores de ordem diversa, que criaram novas linhas de força a partir de novos eixos de circulação e distribuição. O principal polo de desenvolvimento económico que se situou até ao século XVI junto do rio Coina e do porto desta vila assistiu, a partir de então, à deslocação desse protagonismo para Aldeia Galega, o principal porto de ligação entre a capital do reino, o Sul do país e da Espanha.

O autor, nascido em junho de 1949, é Doutorado em História, especialidade de História Moderna pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e Mestre em História Regional e Local, licenciado em História e especializado em Ciências de Educação. É formador de professores e investigador, cujos estudos têm incidido com mais relevância sobre a margem esquerda do estuário do Tejo e a cidade de Lisboa nos séculos XV-XIX, de entre os quais se destacam a sua tese de doutoramento intitulada: A Banda dAlém e a Cidade de Lisboa durante o Antigo Regime: uma perspetiva de História Económica Regional Comparada, de Junho de 2008, e a dissertação de mestrado intitulada: Dinamismos Económicos Regionais: a Margem Esquerda do Estuário do Tejo nos séculos XV e XVI, datada de 2000. É professor de História aposentado.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

78 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Montijo - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Montijo

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.