Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Camara de Agueda entrega a populacao Parque do Emigrante requalificado

Na cerimónia, o Município avançou que está em fase de execução um outro projeto para a criação de um parque de lazer entre esta zona e o Largo da Minhoteira

“Quando temos parceiros e acreditamos neles, as coisas são mais fáceis de concretizar”, disse Jorge Almeida, anteontem, na cerimónia simbólica de entrega da requalificação do Parque do Emigrante – zona nascente, em Fermentelos, uma obra realizada no âmbito do Orçamento Participativo (OP). Na ocasião, o Presidente da Câmara Municipal de Águeda relembrou o trabalho que tem sido desenvolvido em parceria com as Juntas de Freguesia (JF) do concelho em várias áreas e em concreto na realização das obras referentes ao OP.

A delegação de competências para as JF para a concretização destes projetos tem sido, argumenta, uma aposta vencedora, tanto pelo envolvimento das autarquias no processo, tornando-o ainda mais participado, como pelo que é concretizado. “Se algumas se limitaram a fazer aquilo que estava previsto (e muitas vezes os próprios projetos não têm muito por onde crescer), há outros locais em que se consegue ir mais longe”, frisou Jorge Almeida, acrescentando que a requalificação do Parque do Emigrante foi um destes exemplos.

“O projeto aprovado no OP incidia sobre uma área delimitada junto à Praça do Emigrante, mas a Junta de Freguesia conseguiu estender a intervenção, que tornou este espaço muito mais agradável. É notória a diferença entre o que existia e como está hoje”, sublinhou o Edil.

Para Carlos Lemos, presidente da JF de Fermentelos, “é um orgulho ver esta obra concretizada”, relembrando que ao projeto inicial foram acrescentando coisas e agora “é bom perceber o reconhecimento do que está feito”.

Brito Salvador, presidente da Assembleia Municipal de Águeda, salienta a beleza desta “zona nobre que agora foi criada junto à margem da Pateira”, que espera ser “o princípio de uma longa caminhada” de melhoria contínua.

Esta obra representou um investimento de 41.095,83 euros e implicou a abertura de um arruamento pedonal, a colocação de quatro ancoradouros com banco para contemplação e duas plataformas para ancorar embarcações. Uma intervenção que resultou de uma proposta do OP de Luísa Dias, Pedro Silva, Hélder Nolasco e Tiago Cardoso.

O que hoje é possível usufruir naquela zona em Fermentelos, com a área renovada, é a “concretização de um sonho” e de “um projeto que dignifica esta margem”, frisou um dos proponentes.

 

Fermentelos vai ter zona de lazer na margem da Pateira

Neste momento de celebração pelo trabalho realizado, o Presidente da Câmara Municipal de Águeda avançou que “muito mais está para acontecer”, anunciando que está em execução um projeto para criar um espaço público de lazer junto às margens da Pateira, em Fermentelos, que era a única das três freguesias que abraçam a lagoa que não tinha uma área deste género.

O espaço a criar em Fermentelos irá não só proporcionar outras condições aos pescadores, como definir “uma zona de fruição, de lazer, onde as pessoas possam permanecer”, avançou Jorge Almeida, acrescentando que se trata de um projeto ambicioso, que terá algumas componentes inovadoras.

“Vamos apostar num projeto de valorização ambiental, em que vamos replicar aqui um conjunto de técnicas de engenharia natural, de manutenção das margens, como temos estado a fazer nas várias zonas ribeirinhas do concelho”, declarou o Edil, acreditando que este tipo de intervenções vai fazer de Águeda um concelho “escola de boas práticas”.

Para ser possível criar esta zona de lazer, que iniciará imediatamente a seguir à área intervencionada no âmbito do OP e até ao Largo da Minhoteira, foram necessárias “muitas negociações”, tendo em conta que em Fermentelos todos os terrenos que confinavam com a Pateira tinham proprietários particulares. “Agora temos este espaço, esta franja de terreno definida, que a Câmara irá patrocinar a sua aquisição, para que seja possível criar um espaço de lazer com qualidade junto à Pateira”, frisou o Presidente da Câmara de Águeda.

Carlos Lemos, presidente da JF, salientou que está prevista a criação de uma zona pedonal e um espaço organizado de forma a poder ser utilizado por todos: turistas, visitantes e pescadores. “Vamos encontrar aqui um equilíbrio natural que dê para todos poderem usufruir desta magnífica e maior lagoa natural da Península Ibérica”, concluiu o autarca.

Este projeto “ambicioso” é, sublinha Jorge Almeida, uma das intervenções que a Câmara Municipal de Águeda definiu como estratégicas para aquela freguesia, lembrando ainda outras, como a aquisição de um terreno que vai permitir ampliar o cemitério de Fermentelos, que “é uma grande necessidade”, ou as obras do Largo da Senhora da Saúde ou ainda o concurso do centro urbano, cujas propostas serão abertas em breve. Lembrou também o trabalho que está a ser realizado na Rua do Vieira, em que a JF conseguiu garantir os terrenos para que a empreitada possa ser lançada logo que o projeto esteja feito.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

82 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Águeda - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Águeda

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.