Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

150 mil euros investidos na renovação dos Cais de Aregos, da Ermida e da Pala

As três estruturas situadas no rio Douro, no concelho de Baião, receberam nos últimos meses investimentos importantes para reforço da segurança, mas que vão dotar as estruturas também de novas funcionalidades, permitindo maior atratividade para turistas.

Nos próximos tempos deverá haver mais investimentos nestas zonas ribeirinhas do Douro.

Os Cais da Pala, de Aregos e da Ermida foram visitados a 16 de março pelo presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira e pelo presidente da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), Nuno Araújo.

Os autarcas de freguesia de Ancede e Ribadouro, Daniel Guedes, de Santa Cruz do Douro e São Tomé de Covelas, António Fonseca e de Santa Marinha do Zêzere, Manuel Pereira, acompanharam as respetivas visitas.

As obras foram executadas pela APDL e feitas em diálogo com a Câmara Municipal de Baião.

“Este era um assunto que estávamos a tratar há algum tempo. Este conjunto de estruturas precisavam de arranjos e, em alguns casos, a sua condição punha em causa a segurança. Ficamos muito satisfeitos com este investimento considerável, que deixa as estruturas com todas as condições. Em articulação com os presidentes da Junta, quisemos fazer esta visita também como forma de agradecimento ao presidente da APDL pelo modo como temos colaborado”, referiu Paulo Pereira.

O presidente da APDL, Nuno Araújo, observou que “a entidade teve a oportunidade de intervir no território, por força da colaboração que existe com o Município de Baião. Estas são estruturas que servem as populações locais, mas que também reforçam a atratividade e a funcionalidade turística. Isto diz muito da colaboração que existe entre a APDL e o Município, porque os investimentos servem as populações, mas também reforçam as condições para mais desenvolvimento social e económico, por via de uma maior atratividade turística”. O responsável acrescentou ainda: “Pudemos conhecer também os projetos que o município pretende concretizar para estes locais e de que forma a APDL pode continuar a ser este parceiro no desenvolvimento do território”.

 

O QUE JÁ FOI FEITO

Os investimentos foram concluídos no final de 2020 em Aregos (Santa Cruz do Douro) e na Ermida (Santa Marinha do Zêzere), tendo sido feita, em ambos os casos, a renovação dos pavimentos e das estruturas dos cais, para garantir maior segurança.

As obras ainda prosseguem na Pala (Ribadouro), devido a paragens que houve por causa da COVID-19 e das condições atmosféricas. Neste cais está a ser feito o recondicionamento estrutural do cais e a reparação dos sistemas de amarração. Estes investimentos vão permitir a atracagem de barcos de maior dimensão no cais da Pala.

 

A OPINIÃO DOS PRESIDENTES DE JUNTA

O presidente da União de Freguesias de Ancede e Ribadouro, Daniel Guedes, referiu “Quem viu há uns anos atrás a nossa freguesia Ancede e Ribadouro e quem a vê agora. Principalmente aqui em Ribadouro, vê que houve uma evolução fantástica. Não só agora com esta obra, que, aproveito para agradecer, mas também com os passeios pedonais primeira e segunda fase, e com o anúncio hoje feito, pelo presidente da Câmara Dr. Paulo Pereira, de que o Centro Náutico está a ser preparado”.

Já o autarca de Santa Cruz do Douro e São Tomé de Covelas, António Fonseca disse que a valorização dos cais “ajudam-nos a projetar as nossas atividades e facilita a vida nas deslocações entre as duas margens. A APDL e a Câmara de Baião estão de parabéns e a nossa freguesia sente-se muito sensibilizada com este tipo de investimentos. Venham mais, porque vale a pena apostar no nosso território e em especial nesta zona ribeirinha, que é uma aposta ganha”.

Por sua vez, o presidente da Junta de Santa Marinha do Zêzere, Manuel Pereira, notou: “Esta requalificação é muito importante para Santa Marinha. Em primeiro lugar queria agradecer todos os esforços estabelecidos pela câmara municipal junto da APDL para que consigamos fazer esta reestruturação. No futuro, a nossa perspetiva é continuar junto das entidades APDL, a Câmara e a APA para que consigamos a requalificação da Zona de Lazer Fluvial, que é o que nos falta”.

 

O QUE SE PRETENDE AINDA FAZER

Nos próximos meses a Câmara Municipal de Baião pretende criar na Ermida uma área de lazer, através da instalação de uma estrutura amovível de apoio, dotada de bar e equipada com sanitários. Este processo foi já alvo de vários diálogos com a Agência Portuguesa do Ambiente, entidade que aprova a instalação de equipamentos em zonas ribeirinhas.

Na Pala, a autarquia já tem projeto de arquitetura para a criação de um espaço polivalente que servirá de apoio a atividades náuticas, mas também de natureza ambiental, denominado Centro Interpretativo e de Atividades Náuticas do Douro. Este equipamento servirá para guardar equipamentos para desportos fluviais, como canoas ou embarcações, mas será, também, dotado de bar, sanitários, sala polivalente e outros equipamentos de apoio. Pretende-se a realização de atividades ligadas ao conhecimento dos rios Douro e Ovil. A Câmara Municipal de Baião está a trabalhar agora na captação de fundos comunitários para a concretização deste investimento.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

78 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Baião - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Baião

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.