Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Alenquer deu inicio a campanha geral de vacinacao contra a covid-19

Teve início esta quinta-feira, 25 de fevereiro, a campanha de vacinação geral da população contra a covid-19 em Alenquer, tendo sido convocados para este primeiro dia 240 utentes com idade igual ou superior a 80 anos, residentes no concelho. A partir de amanhã, serão convocados os utentes com idade superior a 65 anos ou com mais de cinquenta anos e com patologias associadas a maior risco em caso de covid-19, nomeadamente com doenças respiratórias ou cardíacas.O Centro de Vacinação está instalado nos pavilhões de apoio do Parque Urbano da Romeira, dispondo de receção, sala de espera, três postos de vacinação e uma sala de espera pós-vacinação (depois de administrada a vacina é necessário aguardar meia-hora para controle de eventuais reações adversas).A vacinação é assegurada por enfermeiros do Centro de Saúde de Alenquer, com o apoio em permanência de um médico e uma equipa de bombeiros com uma ambulância. A segurança do local é assegurada pela GNR. O município assegura a adaptação e equipamento dos pavilhões, sinalética e manutenção e higienização do local.Maria Cecília do Porto da Luz, com 84 anos, foi a primeira a receber a vacina e no final manifestava-se tranquila e satisfeita por receber a vacina. Veio acompanhada do marido, também ele referenciado para a vacinação e espera que este seja o princípio do fim do confinamento. O presidente do município, Pedro Folgado, esteve presente na abertura do Centro de Vacinação, considerando este um momento chave para o concelho.“Hoje é um dia muito importante e um dia de esperança de que consigamos finalmente debelar este vírus e possamos começar lentamente a regressar à normalidade, até porque a saúde é uma prioridade, mas não podemos esquecer a Economia e o impacto que este confinamento está a provocar, às empresas, às famílias e a todos de uma forma geral”, afirmou.Pedro Folgado recorda, contudo, que este não é o momento para “baixar a guarda”, apelando aos munícipes que continuem a cumprir escrupulosamente, as medidas de segurança difundidas pelas autoridades de saúde.“A vacina veio de facto trazer um alento a todos, mas a luta está ainda longe de terminar. Há ainda um longo caminho pela frente até obtermos a imunidade de grupo e, portanto, até lá não podemos descurar as medidas de proteção, sob pena de deitarmos por terra todos os sacrifícios que temos feito até agora. De resto convém recordar que a comunidade cientifica ainda não sabe se as pessoas vacinadas em contacto com o vírus, não poderão contagiar quem ainda não está imunizado”, salientou.O presidente do município destaca ainda o trabalho dos profissionais de saúde, que desde a primeira hora têm sido exemplares na sua dedicação e empenho na luta contra a pandemia.“Quis também estar aqui hoje para lhes manifestar uma vez mais a nossa profunda gratidão, porque têm sido uns verdadeiros heróis nesta guerra e teremos sempre uma dívida de gratidão para com os nossos médicos e enfermeiros. Apesar do cansaço, apesar das horas longe da família, estão sempre disponíveis, com um sorriso, com uma palavra amiga, como pude constatar hoje uma vez mais”, disse.O presidente dirigiu ainda uma palavra aos elementos da Proteção Civil Municipal, bombeiros e GNR, destacando a sua dedicação e empenho desde o início da pandemia.“Há quase um ano que estão na linha da frente neste combate e têm sido inexcedíveis no seu empenho e dedicação, quer nas campanhas de sensibilização, quer no apoio às populações de uma forma geral”, referiu.Também presente na abertura do Centro de Vacinação, o vereador com a tutela da Saúde, Paulo Franco, considera que este dia ficará na história do concelho, destacando o papel dos trabalhadores do município e de todos os parceiros envolvidos, na adaptação dos pavilhões da Romeira, conferindo-lhes as condições necessárias ao processo de vacinação.“Graças ao esforço de todos conseguimos dotar este espaço de condições dignas e funcionais e por isso estão todos de parabéns”, sustentou.“A escolha do local para o Centro de Vacinação não foi fácil, até porque tinha de obedecer a uma série de critérios, como boas acessibilidades, centralidade e com dimensão para cumprir os prazos de vacinação”, acrescentou.O processo de vacinação irá decorrer todos os dias de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, sendo assegurado por cinco enfermeiros, um médico, duas assistentes operacionais e uma assistente técnica do Centro de Saúde e uma assistente operacional do município.Esta primeira fase de vacinação aos utentes com idade igual ou superior a 80 anos e com mais de 50 anos e patologias de risco associadas à Covid-19, irá abranger cerca de 4870 pessoas e deverá estar concluída em abril.A segunda fase, dirigida à população em geral deverá decorrer até setembro, sendo convocados os utentes por ordem decrescente de idade.A administração da vacina está sujeita a marcação, pelo que os munícipes devem aguardar o contacto por parte da Autoridade de Saúde. As pessoas que vão ser vacinadas devem utilizar máscara durante todo o ato vacinal e fazer-se acompanhar do cartão de identificação (Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão), cartão de utente e boletim de vacinas.De recordar que em Alenquer o processo de vacinação teve início em janeiro, com administração da vacina aos utentes e funcionários dos lares de idosos, ficando concluída esta sexta-feira, 26 de fevereiro, a segunda toma da vacina. A 12 de fevereiro, foram vacinados os bombeiros voluntários das corporações de Alenquer e Merceana.



ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

119 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Alenquer - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Alenquer

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.