Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Trabalhadoras da Câmara Municipal de Caminha colaboram com rastreio epidemiológico no Alto Minho

A Câmara Municipal de Caminha aceitou o desafio lançado pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte e mobilizou seis trabalhadoras para se juntarem ao esforço global de redução do número de inquéritos epidemiólogos em atraso na região. As seis trabalhadoras ofereceram-se como voluntárias e trabalham já de forma colaborativa com as autoridades de saúde, depois de terem recebido formação intensiva durante três dias no edifício da ARS Norte no Porto. Provenientes de diversos serviços (Cultura, Educação e Planeamento Urbano), as seis funcionárias do Município laboram em rede com diversos profissionais do distrito de Viana, contando com o precioso auxílio de militares do Exército Português.O presente projeto pretende agilizar o contacto telefónico com os casos confirmados de COVID 19, imediatamente após o seu diagnóstico, de forma a isolar casos confirmados no domicílio e identificar (e eventualmente isolar) contactos de alto risco que forem indicados pelos infetados.Para o Presidente da Câmara Municipal de Caminha, Miguel Alves, “esta é mais uma peça do trabalho do Município no combate à pandemia mas é inegável que este é um projeto especial. Por um lado, porque reforça e auxília o esforço nacional de combate à COVID 19, por outro lado porque se fundamenta na disponibilidade e voluntarismo de seis trabalhadoras do Município que muito nos orgulham. Isto é serviço público puro!”.As trabalhadoras cumprem neste momento, com as novas tarefas que lhe foram adjudicadas e estão nos seus postos de trabalho ou em suas casas, em regime de teletrabalho, estando apetrechadas com computador, internet e telefone para o efeito. A coordenação de todo o trabalho está fixada na sede da ARS Norte. O serviço é dirigido a todo o distrito de Viana do Castelo e decorrerá enquanto for entendido ser necessário.Miguel Alves não tem dúvidas sobre os resultados que serão alcançados, acreditando que “a colaboração entre instituições torna a comunidade mais forte. A Câmara está a conseguir sair da conha da sua rotina, está a apoiar as famílias em dificuldades, a encontrar soluções para diferentes áreas da economia, a apoiar as escolas, a levar refeições aos mais carenciados, a trabalhar com as IPSS que apoiam idosos e crianças e, até estamos a colaborar com os rastreios epidemiológicos. Em breve, seremos parte do processo de vacinação comunitária. Enfim, estamos a fazer tudo para poder ajudar a nossa população e isso dá-me mais forças para poder liderar uma equipa extraordinária de trabalhadores na resposta ao maior desafio da nossa geração”.De acordo com os últimos números divulgados pela Unidade Local de Saúde do Alto Minho, o distrito conta com um acumulado de 15.782 casos confirmados, 4182 casos ativos e 297 óbitos. No mês de janeiro, o distrito de Viana do Castelo teve mais casos do que em todo o ano de 2020. Desde o inicio do ano, o número de óbitos cresceu 92% no Alto Minho.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

134 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Caminha - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Caminha

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.