Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Hoje é o dia da nossa Cidade de Estarreja!

É dia de cantar os parabéns à nossa Cidade que comemora o seu 16.º aniversário. Uma Cidade que se constrói de pessoas, porque de pessoas vive. São elas que a fazem crescer e a enriquecem. 

Nestes últimos anos, a comemoração da Elevação de Estarreja a Cidade tem procurado destacar talentos do nosso Município, numa efeméride que une todos os Estarrejenses. 

No âmbito da estratégia municipal para a política cultural, a valorização do território e dos seus agentes culturais, educativos e criativos é um pilar essencial na nossa dinâmica. 

O momento comemorativo do aniversário de elevação de Estarreja a Cidade tem sido um palco dessa valorização, mostrando o que de melhor os Estarrejenses fazem, em várias áreas artísticas, fomentando o envolvimento e a participação da comunidade.

Primeiro num ciclo de concertos, com o fabuloso trabalho desenvolvido pelas Bandas Filarmónicas – Club Pardilhoense, Bingre Canelense e Visconde de Salreu -, agora através de um projeto do município com curadoria do maestro estarrejense Claúdio Ferreira, que desde 2019, tem destacado o trabalho de músicos formados cá, com percursos académicos e artísticos de referência, acompanhados pela Orquestra Filarmonia das Beiras.

Depois de Angelina Rodrigues (2019) e os irmãos Gabriel e Ricardo Antão (2020), Inês Pinto seria a solista do próximo concerto no Cine-Teatro, assinalando o 16.º aniversário da Cidade de Estarreja.

"Estes concertos têm sido uma excelente oportunidade para trazer ao palco do Cine-Teatro alguns dos mais notáveis músicos oriundos do concelho de Estarreja. Desde há muito tempo que as nossas coletividades - nomeadamente as bandas filarmónicas - fomentam o gosto pela música e pela prática musical naqueles que as integram. Este trabalho tem-se refletido na comunidade, designadamente na musical, pelo que neste momento é inequívoco que há muitos e bons músicos, em diversas vertentes, um pouco por  todo o concelho. Isto significa que muitos são os talentos que poderão juntar-se a nós e, portanto, está garantida a continuidade deste excelente projeto", afima o Maestro Claúdio Ferreira.

Infelizmente, este encontro ficará marcado para mais tarde. Neste dia, não poderíamos deixar de assinalar esta data. Acompanhe um apontamento musical esta noite a partir das 21h30 na página de Facebook do Município de Estarreja.

 

Os músicos:

Cláudio Ferreira - Maestro Iniciou os estudos musicais na Banda Bingre Canelense. É o maestro titular da Orquestra Juvenil de Viseu e docente no Conservatório Regional de Música, Dr. José de Azeredo Perdigão. Dirigiu, como maestro assistente, a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música. Dirige, como maestro convidado, a Orquestra Filarmonia das Beiras, a Orquestra e Coro do Projeto Xiquitsi em Maputo – Moçambique e a Orquestra Clássica do Centro. 

Angelina Rodrigues, Flauta Iniciou os estudos musicais na Banda Bingre Canelense. É professora de flauta como Assistente Convidada na Universidade de Aveiro e, desde 2002, solista B na Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música.

Gabriel Antão, Trombone Iniciou os estudos musicais na Banda Visconde de Salreu. Desde 2011 é trombone solista da Orquestra Tonkunstler, da Áustria, e tem colaborado com diversas orquestras europeias. Apresentou-se ainda como solista em diversas orquestras.

Ricardo Antão, Eufónio Iniciou os estudos musicais na Banda Visconde de Salreu. É professor de Eufónio e Música de Câmara na Universidade de Aveiro e na ESMAE - Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo. Colabora com várias orquestras e formações.

Inês Pinto, Flauta Colaborou enquanto instrumentista com a Orquestra do Clube Cultural e Desportivo de Veiros. É membro à experiência na Royal Philharmonic Orchestra, em Londres. Colabora regularmente com várias orquestras europeias e as principais orquestras portuguesas. Neste momento frequenta uma pós-graduação “Konzertexamen” na HMDK-Stuttgart, na Alemanha.

 

O dia 26 de janeiro de 2005 permanecerá na história do Município de Estarreja. Era então publicada no Diário da República a Lei nº 3/2005 que oficializava a Cidade de Estarreja. 

A Lei nº 3/2005 foi aprovada pela Assembleia da República a 9 de dezembro de 2004, tendo sido promulgada pelo Presidente da República, Jorge Sampaio, a 7 de janeiro de 2005.

Lê-se no seu Artigo Único:  “A Vila de Estarreja, no Município de Estarreja, é elevada à categoria de Cidade”. 




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

123 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Estarreja - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Estarreja

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.