Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Município de Faro cede instalações à Re-food

19 de janeiro 2021

A Câmara Municipal de Faro aprovou esta segunda-feira a cedência de instalações, através de um contrato de comodato, à associação Re-food. A atribuição de um novo espaço por parte da autarquia vai permitir a esta instituição um aumento da sua capacidade de ajuda e resposta social à população do concelho, através da recolha e redistribuição de produtos alimentares a pessoas em situação de carência ou incapacidade.

Em reunião de câmara por Videoconferência, o executivo deliberou, por unanimidade, a aprovação de um contrato de comodato para cedência de um espaço, situado no bairro de Santo António do Alto, em Faro, durante um período de cinco anos, para funcionamento de atividades da associação Re-food. A fração autónoma, adquirida pela autarquia em dezembro último, conta com uma área de 130,30 metros quadrados.

Atualmente, a Re-food já apoia um total de 108 agregados familiares do concelho de Faro, perfazendo cerca de 300 pessoas apoiadas, entre as quais cerca de 100 crianças, tendo atingido o limite de capacidade de ajuda à população devido à dimensão reduzida do seu atual centro de operações, inaugurado e em funcionamento desde 2016, que não permite aumentar a capacidade de armazenamento de produtos e um maior número de voluntários presentes no espaço em simultâneo.

Nesse sentido, a associação - que visa contribuir para a resolução do problema de insuficiência alimentar da população carenciada através da recolha de excedentes ou dádivas de produtos alimentares e posterior redistribuição –, solicitou à autarquia um apoio para atribuição de um espaço com condições de trabalho necessárias para ajudar um maior número de pessoas no concelho.

O Município de Faro correspondeu assim a esta solicitação e entende que, face à crise provocada pelos efeitos da pandemia que hoje atravessamos, é premente garantir apoio às entidades que garantem respostas sociais e a implementação de medidas que garantam uma maior inclusão e a proteção de indivíduos e famílias carenciadas.

No final da Reunião de Câmara, o Presidente Rogério Bacalhau estava, naturalmente, satisfeito:

“Com esta cedência, a Câmara prossegue uma premissa fundamental que é estar ao lado de quem mais necessita. Neste caso, esse apoio é prestado a uma associação que desenvolve um trabalho extremamente meritório junto das famílias e munícipes que mais precisam”. Por isso, conclui, “este é um ato de justiça e, simultaneamente, um investimento para levar a Re-food e os seus abnegados voluntários a chegar a ainda mais pessoas”.

 




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

111 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Faro - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Faro

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.