Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Região sob aviso Laranja a partir do final da tarde de hoje devido ao temporal

De acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), prevê-se uma transição repentina entre dois quadros meteorológicos extremados a partir do final da tarde desta segunda-feira (19 OUT) e até quinta-feira (22 OUT).

Espera-se a ocorrência de precipitação forte a partir da tarde de segunda-feira (com acumulados de 50 a 70 mm/24 horas, a ocorrer entre as 12h e as 24h), em especial nas regiões do Norte, Centro e de Lisboa e Vale do Tejo, mas generalizados ao território do continente, aumento da intensidade do vento (possibilidade de rajadas nas terras altas); agitação marítima forte na costa ocidental e na costa sul a partir de terça-feira (20OUT20); e ocorrência de precipitação continuada, com valores acumulados que podem ultrapassar os 100 mm, em especial nas regiões Norte e Centro, e de 50 mm, nas restantes regiões;

Em função das condições meteorológicas presentes e previstas, o Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) considera expectável:

Piso rodoviário escorregadio por eventual acumulação e formação de lençóis de água;

Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;

Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;

Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;

Dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, nomeadamente as verificadas em períodos de preia-mar podendo causar inundações nos locais historicamente mais vulneráveis;

Danos em estruturas montadas ou suspensas;

Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento forte, bem como de afetação de infraestruturas associadas às redes de comunicações e energia;

Possíveis acidentes na orla costeira;

Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos pela perda da sua consistência;

O Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) recomenda à população a tomada das necessárias medidas de prevenção e autoproteção, nomeadamente:

Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias;

Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;

Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;

Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;

Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos ou árvores, em virtude de vento mais forte;

Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a inundações rápidas;

Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos na orla marítima;

Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança;

A nível local foi reforçado o apelo a todos os agentes, designadamente Serviços de RSU e Juntas de Freguesia, para a necessidade de desobstrução e limpeza dos sistemas de drenagem e escoamento de águas habitualmente mais vulneráveis, bem como os algerozes dos edifícios.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

50 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Nazaré - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Nazaré

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.