Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Workshop sobre turismo acessível e inclusivo realizou-se em Cantanhede

No âmbito do AccessTUR – Centro de Portugal, realizou-se em Cantanhede o workshop “AccessTUR – Turismo Acessível – Trabalho em Rede”. Organizado pela Accessible Portugal, CIM – Região de Coimbra e Turismo Centro de Portugal, com o apoio do Município de Cantanhede, o worshop serviu para divulgar o trabalho que tem vindo a ser realizado com o projeto, dar enquadramento aos objetivos que lhes estão subjacentes e mobilizar os agentes económicos e sociais para a resposta aos desafios enunciados, tendo como destinatários técnicos municipais e representantes de outras entidades da área de influência da CIM – Região de Coimbra.Além das intervenções de Célia Simões, vereadora da autarquia cantanhedense com o pelouro da Ação Social, de Filomena Pinheiro, diretora do Departamento de Operações Turísticas da Turismo do Centro de Portugal, de Jorge Brito, secretário executivo da CIM – Região de Coimbra, e de Ana Garcia, presidente da Accessible Portugal – Tourism for All, a sessão teve a participação de José Gaspar, monitor da ARCIL - Associação para Recuperação de Cidadãos Inadaptados da Lousã, Marisa Maganinho, CEO da empresa Eu Voo, que falaram da sua experiência sobre turismo acessível.  O programa incluiu ainda o testemunho de Madalena Ribeiro e Carlos Nogueira numa abordagem às dificuldades que os cidadãos portadores de deficiência enfrentam no dia-a-dia e também no campo da oferta turística, salientando o valor acrescido do investimento na valorização das condições de acessibilidade para essas pessoas. Na ocasião, a vereadora Célia Simões referiu-se à “importância de serem implementadas soluções adequadas para atender a grupos de cidadãos com necessidades específicas e não pode deixar de dar o devido enquadramento aos aspetos técnicos e sociais inerentes, sensibilizando a comunidade para a importância desse processo em toda a sua dimensão”.Para a autarca, “combater os fatores de exclusão social passa muito por aí, pela criação de contextos favoráveis para toda a gente, contextos onde todos se sintam confortáveis, contextos onde não haja limitações nem barreiras para ninguém. Sendo certo que tem havido assinaláveis progressos a esse nível, também é preciso reconhecer que há um longo caminho a percorrer para colmatar as grandes insuficiências que se verificam em muitos campos, incluindo o da oferta turística”, sublinhou.Segundo o secretário executivo da CIM – Região de Coimbra, Jorge Brito, “o projeto AccessTUR irá permitir trazer valor acrescentado ao território”, já que “por um lado ajuda a qualificar os nossos territórios numa lógica “friendly”, ou seja, mais apelativa para pessoas com dificuldades, mas por outro lado também tem o objetivo claro ajudar a preparar a oferta turística para que ela seja mais competitiva. Este é um passo importante para o desenvolvimento do Turismo Acessível, alinhado com a estratégia delineada CIM – Região de Coimbra, especialmente no âmbito de criação de produto turístico”, afirmou.Por seu lado, a diretora do Departamento de Operações Turísticas da Turismo do Centro de Portugal, Filomena Pinheiro agradeceu “o acolhimento que o Município de Cantanhede para a realização do workshop” e referiu que “uma das apostas da Turismo Centro de Portugal é tornar este território num destino turístico único, inclusivo, responsável e sustentável”. Já Ana Garcia, presidente da Accessible Portugal – Tourism for All alertou para o facto de que “o objetivo do AccessTUR passa por preparar o território não para um segmento, mas sim para todos”, criando condições “para receber bem todos os turistas, independentemente das suas características e da sua funcionalidade.  Este projeto é ainda mais relevante porque passamos a valorizar o turismo não só como um importante setor da economia, como também uma importante ferramenta de inclusão social”, salientou.O AccessTUR – Centro de Portugal é um projeto de promoção do turismo acessível e inclusão social, promovido pela Accessible Portugal (Associação para a Promoção do Turismo Acessível e Inclusivo em Portugal), com o apoio do Turismo Centro de Portugal e das oito comunidades intermunicipais (CIMs) da Região Centro.Alguns dos seus principais objetivos passam por qualificar a oferta e a procura turística, desmistificando preconceitos e estereótipos sobre as pessoas portadoras de deficiência ou algum tipo de característica diferenciadora, aproveitando para desenvolver todo o potencial turístico da região Centro nesta importante área da sociedade.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

25 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Cantanhede - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Cantanhede

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.