Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Linha Amarante-Vila Meã reforça a aposta nos transportes públicos e demonstra resultados positivos

O Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos – PART, implementado pelo Município de Amarante em janeiro, tem vindo a conquistar cada vez mais utilizadores. Até ao final de setembro, mais de quatro mil passageiros usaram a linha que faz a ligação entre Amarante e a Estação de Vila Meã, criada para oferecer aos Amarantinos uma solução ágil e acessível de mobilidade entre a sede do concelho e o transporte ferroviário, de forma a estimular e motivar o uso de transportes públicos.

Os números mais recentes mostram uma estabilização da procura em torno dos 700 passageiros por mês, neste novo “normal” cenário de pandemia COVID 19.

“A grande meta que está em cima da mesa é promover a utilização do transporte público, nomeadamente ferroviário, ligando o centro da cidade de Amarante à única estação ativa no concelho, em Vila Meã – já que há anos que foi desativada a estação de Amarante, em Santa Luzia”, lembra a vereadora Rita Batista, com o Pelouro da Mobilidade, Trânsito e Segurança Rodoviária. Simultaneamente espera-se oferecer aos cidadãos, especialmente a quem faz movimentos pendulares (ida e volta) para o Porto, mas não só, uma solução mais acessível às opções rodoviárias.

Recorde-se que esta nova linha é gratuita para os portadores de passe ou bilhete da CP, e tem um custo de 50 cêntimos por viagem para aos restantes utilizadores. Nos dias úteis fazem-se oito ligações de ida e sete de volta, coincidindo com os horários de maior procura da CP. A primeira viagem Amarante-Vila Meã é às 6h35, e a última, de regresso, às 19h32.

Ao abrigo do PART - programa gerido pelo Município de Amarante que se constituiu como Autoridade de Transportes – foram ainda implementadas as seguintes medidas: Passe Municipal, no valor de 30 euros, e o Passe Municipal Sénior (com 50 por cento de desconto), que permitem circular em toda a rede municipal, no VIA - Viagens de Amarante, e ainda, na linha de transporte regular que funciona entre o terminal rodoviário do Queimado e a estação ferroviária de Vila Meã. A estes juntam-se ainda o Passe VIA, VIA Estudante, VIA Sénior e os bilhetes VIA (com o custo simbólico de 50 cêntimos). Cidadãos com deficiência (grau de incapacidade igual ou superior a 60%) usufruem dos serviços de forma totalmente gratuita.

Como resposta complementar à oferta de transportes existente, o Município de Amarante autorizou a Cercimarante a operar o serviço de transporte de passageiros flexível para pessoas com mobilidade reduzida, em cadeira de rodas, em todo o concelho de Amarante. Os cidadãos com deficiência e mobilidade reduzida em cadeira de rodas, detentores de Atestado Médico de Incapacidade Multiuso com um grau de incapacidade igual ou superior a 60 por cento, auferem da gratuitidade do serviço, ao abrigo da medida do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART) implementado pelo Município de Amarante.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

52 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Amarante - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Amarante

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.