Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Livro Brincando ao faz-de-conta II de Natália Queirós tem apresentação editorial

“Brincando ao faz-de-conta II”, o mais recente livro de Natália Queirós, vai ter lançamento editorial no auditório do Centro Social e Paroquial de S. Pedro, em Cantanhede, no próximo sábado, dia 3 de outubro, às 15h00. A apresentação estará a cargo de Manuel Cidalino Madaleno, seguindo-se uma conversa com o público em que serão também intervenientes a autora e Isabel Carvalho Garcia, representante da editora Edições MinervaCoimbra.O livro é mais uma coletânea de nove peças teatrais escritas ou adaptadas pela autora e que têm servido de base ao trabalho que tem desenvolvido como diretora artística e encenadora do Grupo de Teatro Infantojuvenil do Município de Cantanhede. O denominador comum a todos os textos é a dimensão pedagógica das abordagens em torno de sólidos valores cívicos.Sobre Natália QueirósMaria Natália Figueiredo Queirós Ferreira Gomes nasceu em 1940, em Lisboa. É licenciada em Direito, pela Universidade de Coimbra. Entre o início do curso de Direito e o exercício de judicativa, trabalhou na Segurança Social, onde, durante quinze anos, foi responsável pelos serviços jurídicos e de contencioso.Prosseguiu estudos no Centro de Estudos Judiciários (CEJ), graduando-se como magistrada judicial. Exerceu o magistério judicial em diversas comarcas, sendo a última em Cantanhede, durante quatro anos, onde se jubilou.É autora de “Brincando ao faz-de-conta” (dramatologia infantojuvenil), publicado em 2010; “Um legado de Petrarca” (poesia), em 2011 e de “Contos Mágicos” (prosa), em 2012.Colaborou com a Antena 2, no programa cultural “Sarabanda – Crónicas hodiernas”.Fez voluntariado cultural durante cinco anos no Colégio de São Caetano da Santa Casa da Misericórdia de Coimbra, onde criou e editou o jornal mensal “O colégio”, cujas receitas reverteram a favor das crianças da Instituição.Após a sua jubilação como magistrada no Tribunal de Cantanhede, Natália Queirós tem desenvolvido em Cantanhede, uma importante atividade cultural relacionada com as artes teatrais. Grupo de Teatro Infantojuvenil da Biblioteca Municipal de CantanhedeO Grupo de Teatro Infantojuvenil da Biblioteca Municipal de Cantanhede nasceu em 2004, por iniciativa de Natália Queirós que, após a sua jubilação como magistrada no Tribunal de Cantanhede, tem desenvolvido na cidade uma importante atividade cultural relacionada com as artes teatrais. Entre as iniciativas que tem levado a efeito, destaca-se a criação deste grupo que desde a sua fundação em 2004 já realizou 151 sessões de 32 espetáculos teatrais diferentes, aos quais assistiram mais de 18.500 pessoas, sobretudo alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico do concelho. O Grupo de Teatro Infantojuvenil da Biblioteca Municipal de Cantanhede integra atualmente 9 elementos com idades que variam entre os 7 e os 12 anos. 




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

81 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Cantanhede - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Cantanhede

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.