Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Está aí o “Azeméis Film Festival para relançar o cinema no concelho

Os filmes premiados na última edição dos principais festivais de cinema portugueses vão ser exibidos em Oliveira de Azeméis entre os dias dois e quatro de outubro no âmbito do “Azeméis Film Festival”, um evento promovido pela autarquia que pretende relançar o cinema no concelho. 

Denominado “o festival dos festivais”, o evento contemplará, além da vertente competitiva, a inauguração da exposição “Anos 60/70 – o cinema de Oliveira de Azeméis”, na galeria Tomás Costa, e a exibição de quatro filmes dos realizadores oliveirenses Matos Barbosa (“O moinho” e “Vidros”), Manuel Paula Dias (“Decomposição”) e António Matias (“5 escudos o metro cúbico”). As suas obras foram várias vezes premiadas em festivais de cinema em Portugal e no estrangeiro sendo hoje uma referência do cinema português de curta-metragem dessa época. O “Azeméis Film Festival”, de periodicidade bienal, surge num concelho que teve, no passado, uma forte atividade cinematográfica através do Cine Clube de Oliveira de Azeméis, responsável, durante décadas, por uma forte dinâmica na produção de cinema de amadores. Segundo Joaquim Jorge, presidente da autarquia oliveirense, pretende-se recuperar esta tradição cultural que, durante algumas décadas, foi importante para o concelho. “Esperamos que uma comunidade que teve tanta tradição no cinema consiga afirmar essa realidade no concelho e na região”, desejou o autarca considerando o “Azeméis Film Festival” o “pontapé de saída para esse objetivo”. O festival tem assessoria técnica e artística do Cine Clube de Avanca o que, para o autarca de Oliveira de Azeméis, é a “garantia de que o evento vai ser um sucesso estando assegurada a sua qualidade e uma organização irrepreensível”. O primeiro filme a ser exibido (dia 2, às 21h30) será o vencedor do festival Indielisboa (De los nombres de las cabras”, de Sílvia Navarro e Miguel Morales). No dia 3 serão exibidos os filmes “Tommaso”, de Abel Ferrara (15h00), vencedor do Leffest, “Por detrás da moeda”, de Luís Moya (18h00), vencedor da edição Fantasporto, e “Eternal Winter”, de Attila Szász (21h30), vencedor do Avanca 2019. No último dia (10h30) será projetado “Santikhiri Sonata”, de Thunska Pansittivorakul, que venceu o festival DocLisboa. Extra-competição será exibido, às 15h00 desse dia, o filme de Rodrigo Areias “Hálito Azul” (Cineeco, prémio Lusofonias). Todas as películas serão exibidas na sala “O Cinema”. O filme premiado será anunciado às 18h00 desse dia e exibido às 21h30 no parque de estacionamento Abílio Campos em sistema de DRIVE-IN.   O júri do “Azeméis Film Festival” será composto por figuras reconhecidas nomeadamente pelos críticos de cinema portugueses Rui Pedro Tendinha, Jorge Leste e Paulo Portugal, pelo realizador espanhol Alfonso Palazon, pela atriz e produtora russa Natalia Tsvetkova, pela realizadora espanhola Ana Diez Diaz e pelo cinéfilo português Tiago Barbosa.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

48 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Oliveira de Azeméis - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Oliveira de Azeméis

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.