Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Intervenções da Sessão Solene da Assembleia Municipal do Bombarral

Leia aqui as intervenções do presidente da Assembleia Municipal, Dr. Jorge Gabriel Martins, do presidente da Câmara Municipal, Dr. Ricardo Fernandes, bem como dos representantes dos vários partidos com assento neste órgão autárquico.

Intervenção do presidente da Assembleia Municipal do Bombarral

Os aniversários são sempre momentos de reflexão, sobretudo quando são difíceis e de incerteza os tempos que vivemos actualmente.

Desde há pouco mais de três meses, a nossa vida mudou radicalmente. As relações pessoais, familiares, económicas e políticas alteraram-se profundamente neste curto espaço de tempo e é ainda imprevisível perceber o verdadeiro impacto que esta pandemia irá ter nas nossas vidas e relacionamentos.

Uma coisa é certa: Para melhor ou pior, nada ficará como antes.

Mas, estes momentos constituem também uma oportunidade para aproveitarmos um novo sentido para as nossas vidas e quiçá encontrar uma nova forma de nos relacionarmos uns com os outros.

A política, seja ela a nível nacional ou autárquico, constitui muitas vezes o palco para lutas quase fratricidas sejam elas entre partidos ou dentro dos mesmos, onde por vezes o essencial, que é o interesse das populações, fica de parte, para apenas prevalecer o acessório, que é muitas vezes o interesse de apenas alguns grupos ou personalidades.

Ora, o que estes tempos difíceis nos trouxeram como lição, é precisamente que tudo o que é acessório é irrelevante e que devemos concentrarmo-nos no essencial.

Por isso, nestes tempos de reflexão devemos antes de mais lembramo-nos que aqueles que connosco se relacionam, ainda que em lados diferentes, ainda que possam divergir da nossa opinião, não deixam de ser um nosso semelhante, que tem as suas fraquezas e limitações, mas também o seu génio e potencialidade. A partir daí conseguiremos entender que afinal a política se faz dando-nos inteiramente tal como somos, sem subterfúgios, mas também aceitando o outro tal como é, com as suas diferenças e originalidades.

Se assim procedermos, será para todos muito mais fácil e aí sobressairá o essencial, conseguindo todos trabalhar em conjunto, em prol do desenvolvimento das nossas populações e do nosso concelho.

Como tal, brindemos a mais um aniversário do nosso Concelho, para que, no futuro sejamos todos muito mais unidos e solidários uns com os outros e, consequentemente, mais próximos dos que nos elegeram. Até porque, devido à rotatividade dos mandatos eleitorais, chegará sempre o momento em que seremos avaliados pelos nossos eleitores. Pelo que, o resto é de facto acessório.

Viva o Bombarral.

O Presidente da Assembleia Municipal

Jorge Gabriel Martins

Intervenção do presidente da Câmara Municipal do Bombarral

Caras e caros bombarralenses,

Em 106 anos de história, esta terá sido a primeira vez que não foi possível juntar os bombarralenses nas comemorações deste momento tão importante, como é data em que se assinala a tomada de posse do primeiro executivo da Câmara Municipal do Bombarral, na sequência da criação do concelho, que tinha sido decretada meses antes, a 18 de março.

 

Mesmo não podendo comemorar esta efeméride presencialmente, não poderíamos obviamente deixar de a assinalar e de recordar todos os nossos conterrâneos que há mais de um século atrás abraçaram o desafio de lutar pela criação do nosso concelho.

As comemorações do 106º aniversário do Bombarral acontecem num ano bastante atípico, um ano que tem exigido a todos nós um grande sacrifício e uma enorme demonstração de resiliência.

Para além da tarefa que cada um de nós teve de assumir para conseguirmos conter a propagação deste inimigo invisível que é o novo Coronavírus, neste momento temos pela frente um desafio ainda maior, e que passa pela tomada de mediadas que contribuam para minimizar os efeitos devastadores que esta pandemia tem causado junto de muitas famílias e de muitas empresas. 

Esta nova realidade veio, sem dúvida, alterar em muito a ação que vinha sendo desenvolvida por parte do Município, mas também da sociedade e do tecido empresarial. O país demonstrava um desempenho económico-financeiro com alguma consistência, o turismo estava a crescer, e tudo levaria a crer que este seria um ano excelente para o país, para o Oeste e para o Bombarral.

Neste contexto de pandemia, procuramos desde logo tomar algumas decisões com o intuito de antecipar soluções para as dificuldades que iriam afetar a população. E foi nesse sentido que implementamos várias medidas de apoio às famílias e às empresas, que abrangeram as mais diversas áreas.

Distribuímos máscaras gratuitamente por toda população e por várias instituições que se encontram na linha da frente da luta contra a Covid-19, garantimos o fornecimento de refeições aos alunos em contextos familiares mais frágeis e permitimos que todos os estudantes tivessem condições para poderem usufruir do ensino à distância através da cedência de mais de uma centena de tablet’s com acesso à internet.

Com a mesma força e capacidade de superação que demonstraram os nossos antepassados há um século atrás, também nós vamos conseguir ultrapassar as adversidades que nos trouxe o ano de 2020.

Continuando o rumo que traçamos, iremos dar seguimento a muitos dos projetos que delineamos e que irão contribuir para termos um concelho mais desenvolvido e mais preparados para os desafios futuros.

Falo de obras estruturantes como a primeira fase de reabilitação do antigo IVV, da reabilitação do Palácio do Gorjão, ou ainda da ligação pedonal entre o centro da vila e a zona das escolas, obras que irão arrancar entre o último trimestre deste ano e o primeiro trimestre do próximo ano.

Neste âmbito, não poderia deixar de fazer uma referência a um setor que irá também desempenhar um papel de enorme relevância e que será uma peça chave no futuro do nosso concelho.

O setor do Turismo, embora esteja neste momento a atravessar um período delicado devido a esta pandemia, será com certeza aquele que mais rapidamente poderá contribuir para a recuperação da nossa economia.

Nesta área, destacaria o grande potencial que o Bombarral tem ao nível do turismo de natureza, que pode ser uma mais valia neste contexto, numa oferta à qual podemos ainda juntar o maior jardim oriental da Europa, o Budda Eden, bem como o setor do Enoturismo e as vertentes mais ligadas ao Património e Cultura, nas quais o nosso concelho apresenta igualmente uma grande riqueza.

Também o setor agrícola, outro grande motor da economia do nosso concelho, vai ter um papel fundamental nesta recuperação. Estou certo que os nossos empresários irão conseguir ultrapassar todas estas contrariedades, continuando a apresentar produtos de excelência como são a nossa pera rocha, os nossos bacelos e os nossos vinhos.

Face às circunstâncias em que estamos a comemorar mais um aniversário do concelho, gostaria de dirigir um apelo a todos os bombarralenses para que continuem a manter um comportamento adequado às restrições que esta pandemia nos coloca e que não baixem a guarda na luta contra este inimigo invisível.

Deixo, por fim, uma palavra de esperança de que esta situação possa passar rapidamente, deixando o mínimo de mazelas possível, e que daqui a um ano possamos estar a fazer um balanço de todas as coisas boas que, entretanto, foram possíveis concretizar, acrescentando mais um pouco de história aos 106 anos de existência do nosso concelho.

Viva o Bombarral!

Ricardo Fernandes, Dr.

Presidente da Câmara Municipal do Bombarral

Intervenção do Grupo Municipal do PS

Ao festejarmos 106 anos de história do concelho,  dificilmente imaginaríamos estarmos a viver um presente de desafios incertos.

A pandemia veio mostrar que não podemos dar nada como adquirido. Esta época de profundas incertezas deve ser enfrentada com um permanente sentido de aprendizagem, um desafio real e concreto que não nos pode permitir baixar os braços.

A história da Humanidade é retratada por eventos marcantes que determinaram novas épocas de desenvolvimentos económicos, sociais e culturais.

Em escassas semanas tudo mudou: as vivências familiares e sociais, a dependência da economia face à saúde pública, a ordem mundial das prioridades em que as pessoas passaram a não “ter preço”.

Ainda estamos longe de entender os impactos globais desta pandemia, mas cremos que tudo será diferente! Não será este o “novo tempo”?

A nós, autarcas, a pior consequência seria não aproveitarmos os ensinamentos desta crise para encetarmos uma nova ordem, reparando os desequilíbrios na sociedade. É nossa obrigação cuidar que as assimetrias económicas e sociais não se agravem e não se tornem duradouras. A pandemia veio expor as nossas debilidades e exigir-nos uma responsabilidade de impor mudanças que formem uma sociedade mais justa.

Sem descurar a saúde pública, temos de enfrentar o “medo”, não como uma ameaça, mas como uma oportunidade de desafio. Na história da Humanidade, quando o medo foi superado com coragem e criatividade, o Homem conseguiu reerguer-se. 

Somos um concelho geneticamente preparado para percebermos que é com as dificuldades que brotam novas oportunidades para novos rumos. Acreditamos que o Partido Socialista saberá estar à altura das profundas mudanças que serão necessárias para superarmos mais este desafio.

Acreditamos que nenhum bombarralense vai ficar para trás, porque todos juntos construiremos uma solidariedade que nos permite expetar com otimismo que TODOS “#vamos ficar bem!”

Viva o Bombarral!

Grupo Municipal do PS

Susana Manco

Intervenção do Grupo Municipal do PSD

Mais um aniversário do município do Bombarral. Um aniversário em confinamento social e também económico. Que condiciona tudo e todos. Fazendo sentido dirigir-me a todos os munícipes para que participem, se empenhem na vida coletiva.

A câmara municipal tem o dever de apoiar as pessoas e o concelho com o máximo de instrumentos Municipais à sua disposição, como são os casos de apoio direto às famílias mais carenciadas e aos cidadãos mais vulneráveis e de risco como é o caso dos mais idosos.

O concelho em todas as freguesias tem de congregar no combate à esta pandemia também todas as instituições com forte conhecimento da realidade local, como é o caso da igreja católica. Mas também instituições como a Cruz Vermelha, os Bombeiros Voluntários e associações culturais, recreativas e desportivas. Ninguém pode deixar de ser convocado neste tempo coletivamente tão difícil.

O futuro será muito o que fizermos neste tempo complexo e difícil. A história apreciará o que for feito e como foi feito no combate à uma pandemia que veio por em causa em muito, o nosso modo de vida económico e social.

Intervenção do Grupo Municipal da CDU

O concelho do Bombarral assinala hoje cento e seis anos de vida e de história. É um dia de celebração daquela que é a nossa terra, tão rica e com tanto potencial.

No entanto, assistimos há longos anos a uma falta de investimento sério no concelho, garantindo que as pessoas que aqui nascem possam cá permanecer e que outras se possam aqui fixar. Falta investimento ao nível do emprego, da produção local, do turismo e da cultura. E falta também reforçar a intervenção social e apoio às famílias. Falta visão uma política séria e que defenda os/as Bombarralenses e o seu concelho, que coloque as pessoas em primeiro lugar, acima das vaidades e dos jogos políticos.

Vivemos durante os últimos meses um momento inédito e altamente desafiante a todos os níveis, a pandemia gerada pelo COVID 19, trouxe inúmeras situações com as quais tivemos de lidar pela primeira vez. Foi nesse quadro que o atual executivo desenhou, e bem, um conjunto de medidas para apoiar a população, no entanto é preciso ir mais longe nas medidas a implementar. Consideramos que é agora o momento de definir e pôr em funcionamento as medidas que impeçam que a crise sanitária e de saúde pública se multiplique numa profunda crise social e económica.

Nesse sentido é necessário tomar medidas que protejam os pequenos produtores locais de bens alimentares e manter em funcionamento as cadeias de abastecimento locais, sob pena de dentro de pouco tempo termos a falência dos produtores, a rutura de abastecimentos e um domínio absoluto de grandes cadeias de distribuição, com consequências dramáticas para vida económica e social do concelho e da região. No momento em que vivemos, em que se coloca a normalização da vida e retoma da generalidade das atividades, devem ser asseguradas as condições para que os órgãos do poder local e outras entidades relevantes assumam em pleno o seu funcionamento. Salvaguardando todas as regras de higiene e seguranças determinadas pela da DGS.

Para concluir, ainda que a situação seja complexa, é preciso que o Concelho não pare e que toda a atenção seja focada nos/as trabalhadores/as, nas famílias, nas crianças e nos jovens. É preciso dignificar o concelho e garantir o seu futuro e da sua população.

Viva o Bombarral!!

Intervenção do Grupo Municipal do CDS/PP

Comemoramos neste ano de 2020, o 106º Aniversário da elevação do Bombarral a sede de concelho. Relatos da época, salientam o dia 29 de Junho de 1914, como dia de grande festa e orgulho de ser Bombarralense.

Vários momentos conturbados ao longo destes anos houve, que muitas das vezes a indecisão de quem decidia os destinos do concelho era maior que o próprio orgulho de ser munícipe. As repercussões que tiveram no nosso concelho a I Guerra Mundial de 1914 a 1918, a pneumónica, ou gripe espanhola, nos anos de 1918 e 1919, a segunda Guerra Mundial de 1939 a 1945 e mais recentemente a Guerra Colonial 1961 a 1974, são exemplos de episódios que deslustram os tempos.

Várias foram as personalidades, autárquicas e associativas que de espírito comunitário e de missão, que tentaram dar o seu melhor em prol dos desígnios e sucessos do concelho, são essas mulheres e homens que têm de ser lembrados, pelos seus feitos, pela resiliência e pelo orgulho de sermos Bombarralenses. Paralelamente e porque diz o Povo que a História se repete e uma vez mais, quer o momento, os melhores pensamentos e as melhores decisões para garantir os desígnios do nosso concelho.

Não pode ser o Covid-19 o “ Hazazel”, das dificuldades que os munícipes se deparam na família, na vida escolar, na sua vida económica e social, mas antes pelo contrário. Deve ser este o momento de resiliência de projetos, de visão estratégica para o nosso concelho, para que esta pandemia não se transforme numa crise económica e da sociedade. Cabe ao município, mostrar claros sinais da intenção de inverter os pensamentos negativos e perspetivar o futuro, alicerçando-o em projetos de infraestruturas municipais, como o Hospital Distrital, a ciclovia pedonal a ligar o Bombarral à “Quinta dos Loridos” oferecendo paisagens deslumbrantes para quem visita o Bombarral ou simplesmente para lazer dos nosso munícipes, assim como uma via de cintura externa a ligar a “Caniceira” ao “Vale do Leito” retirando o trânsito pesado e potenciando os terreno da “Herdade do Falcão” para uma nova zona Industrial.

Projeto, discussão e concretização foi o que nos caracterizou enquanto Bombarralenses ao longo dos tempos e é seguramente o que nos identificará no Futuro.

Viva o Bombarral sempre!




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

33 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Bombarral - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Bombarral

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.