Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Paulo Pereira voltou a defender descontos na A4 para os cidadãos e as empresas da região

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, voltou hoje a insistir, numa reunião com a Ministra da Coesão Territorial, que as pessoas e as empresas de Baião, e de outros concelhos do Tâmega e Sousa, devem beneficiar de isenções e de descontos no acesso à autoestrada A4.

A reunião com a Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, teve lugar na Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, em Penafiel.

Neste encontro, Paulo Pereira disse que a redução dos custos no acesso às portagens pode ser determinante para atrair empresas e para fixar a população nos territórios.

“Baião e outros concelhos da região são classificados pelo Governo como zonas do interior. Nesse sentido, beneficiamos de medidas nas áreas do investimento e do pagamento de impostos que outros concelhos não têm. Seria importante beneficiarmos também desta medida, porque a mesma reduziria custos e aumentaria a nossa competitividade”.

A Ministra Ana Abrunhosa referiu que o “dossier” de redução de portagens para territórios do interior foi remetido ao Ministério das Finanças para análise. Ana Abrunhosa disse ainda que o documento enviado não contempla neste momento a inclusão de descontos na A4, mas que a inclusão dessa autoestrada continua “em estudo”, podendo ser incluindo numa fase posterior.

Esta é a terceira vez que Paulo Pereira defende publicamente a necessidade de inclusão de descontos e de isenções para os concelhos do Tâmega e Sousa na A4. No início de fevereiro, Paulo Pereira dirigiu uma carta à Ministra nesse sentido, na qualidade de presidente da Associação de Municípios do Baixo Tâmega; no dia 29 de fevereiro, a Câmara Municipal de Baião organizou uma conferência com a presença da Ministra Ana Abrunhosa, onde o presidente baionense voltou a frisar essa necessidade.

 

FUNDOS COMUNITÁRIOS PARA COMBATER A CRISE

A reunião realizada na CIM do Tâmega e Sousa juntou os autarcas da região e os responsáveis governativos e serviu para debater a reprogramação que está a ser feita de fundos europeus destinados a esta região. Foi também avaliada a execução de investimentos comunitários no território.

O objetivo central é captar o máximo de recursos possível, tendo em vista a realização de investimento público e privado, nesta fase marcada pela pandemia COVID-19.

Participaram na reunião também o Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, a Secretária de Estado da Valorização do Interior e o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

29 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Baião - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Baião

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.