Portal Nacional dos Municípios e Freguesias


Empresas tecnológicas debatem ideias para ultrapassar a pandemia

Desafios, estratégias e oportunidades relacionadas com a fase que as empresas tecnológicas enfrentam no contexto da pandemia de Covid-19 estiveram no centro do debate online, promovido pela ScaleUp Porto. A sessão, conduzida por reconhecidos empreendedores da cidade, pode ser recordada ou consultada na íntegra AQUI. A iniciativa municipal ScaleUp Porto, dedicada a impulsionar o ecossistema empreendedor da cidade, promoveu uma sessão de discussão direcionada aos profissionais das empresas de base tecnológica, desta vez em formato webinar (conferência online). Sob o tema "Tentar manter a normalidade e a performance", a sessão contou com as presenças online de Rui Marques, CEO da 7Graus, Sofia Matos, responsável de Recursos Humanos e Cultura da Infraspeak, e Luís Neves, presidente da Associação Porto Tech Hub. Durante uma hora, os convidados debateram os desafios, mas também estratégias que têm em prática para superar este tempo crítico e mostraram-se disponíveis para responder a todas as questões do público, que assistiu à sessão transmitida online. Dar resposta à ansiedade e incerteza sentidas pelos colaboradores, enquanto se mantém a atividade possível nas organizações, é a preocupação principal manifestada pelas empresas neste momento. Apreensões que se estendem às vendas, à ligação constante com os clientes e à manutenção das operações. Segundo Rui Marques, o "momento de incerteza" confere, por outro lado, "uma excelente oportunidade para o setor do e-commerce", que tem vindo a registar um aumento exponencial no número de vendas. "O desafio é manter a qualidade do serviço prestado durante o pico de afluência dos consumidores. Temos vivido uma espécie de Black Friday sem fim à vista", afirma o fundador da 7Graus, empresa que está a desenvolver uma solução mais simples de suporte a negócios que possam beneficiar de serviços take-away ou de entregas ao domicílio. Na Infraspeak, Sofia Matos diz que os tempos são de mudança: "Temos procurado manter a nossa operação ativa, sem despedimentos, e com a mesma qualidade de serviço prestado ao cliente. Esse tem sido o nosso maior critério. Gostávamos, contudo, que o Governo anunciasse medidas para todas as empresas que estão a ajustar-se e a manter os seus negócios a funcionar. Essa seria uma medida relevante para todos nós: empresários, fornecedores e clientes".  Já Luís Neves, responsável pela Porto Tech Hub, que agrega 26 empresas tecnológicas, sublinha a resposta firme que está a ser dada pelas startups e empresas tecnológicas do Porto, tendo destacado a rápida adaptação ao teletrabalho. No que diz respeito ao impacto económico que a situação atual poderá vir a ter em Portugal, Luís Neves reclama "medidas sérias" agora e não no próximo trimestre. "As medidas anunciadas podem parecer positivas, numa primeira abordagem, mas, em boa verdade, não há uma que nos ajude a resolver o problema que enfrentamos. Quando falamos em acesso ao crédito, falamos em dívida, num momento em que já temos empresas com falta de liquidez. É importante que exista uma coordenação europeia na resolução deste grave problema, mas em Portugal a situação terá que ser resolvida por nós e de acordo com as nossas regras", conclui.



ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

26 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Porto - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Porto

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.