Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Professores em formação no Museu descobrem símbolos olhanenses

A história do concelho voltou a ser abordada na ação de formação O Passado do Meio Local: Olhão, que decorre até 22 de fevereiro no Museu Municipal de Olhão - Edifício do Compromisso Marítimo, destinada a professores. A próxima sessão acontece já esta tarde e será ministrada por Andreia Fidalgo, mestre pela Universidade do Algarve, onde também é docente. No encontro da semana anterior, Os Símbolos de Olhão deram o mote para a apresentação de Joaquim Parra. A evolução da simbologia heráldica de Olhão foi abordada pelo professor de História Joaquim Parra, que usou como exemplo o primeiro símbolo: a medalha que o Príncipe Regente D. João permitiu que os habitantes de Olhão usassem, com a letra "O" e a legenda "Viva a Restauração, e o Príncipe Regente Nosso Senhor", congratulando o povo olhanense pela heroica viagem de um grupo de mareantes no Caíque Bom Sucesso ao Brasil, há mais de dois séculos. Joaquim Parra abordou os vários elementos visuais do brasão municipal, os brasões das freguesias do concelho de Olhão, comparando-os com os de outras cidades, vilas e freguesias que usam os mesmos elementos, como o leão rompante e as embarcações. “Refira-se que o leão, de cor dourada quebrando algemas de negro, simboliza a revolta dos olhanenses contra os franceses”, explicou o professor e ator do grupo de teatro A Gorda, que partilhou com os formandos alguns objetos que fazem parte do seu acervo pessoal, como medalhas e livros, que continua a recolher em contextos diversos. Professor de história desde 1986, Joaquim Parra realizou, desde então, vários cursos nas áreas da Arqueologia, desenvolvimento pessoal e formação teatral. Desenvolveu ainda trabalhos de investigação na sua área de formação, tendo participado em diversos colóquios/palestras sobre História, mas também abordando a preservação do património histórico e o colecionismo. Foi colaborador do Jornal Cultura.Sul onde, na sua crónica mensal, passava em revista diversos objetos ligados aos usos e costumes dos nossos antepassados. Participa ainda em diversas recriações históricas de companhias de teatro amadoras e profissionais. A sessão de hoje, que tem início marcado para as 16h30 no Museu Municipal, será conduzida por Andreia Fidalgo, que abordará personagens e personalidades históricas e o feriado municipal. A doutoranda do ISCTE-IUL no Programa Interuniversitário de Doutoramento em História referir-se-á igualmente à reconstrução do passado de uma instituição local (escola, autarquia, instituições religiosas e associações) recorrendo a fontes orais e documentais.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

33 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Olhão - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Olhão

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.