Portal Nacional dos Municípios e Freguesias


Teatro, stand-up, música e ballet no 70º aniversário do Cineteatro Messias

No próximo fim de semana, o Cineteatro Messias, na Mealhada, assinala o seu 70.º aniversário com espetáculos que prometem agradar a diversos públicos, do stand-up à música ou ao teatro. No sábado, dia 18, antes do espetáculo dos 70 anos, será inaugurada uma exposição que conta a história deste emblemático cineteatro.

As comemorações começam com António Raminhos, no dia 17, sexta feira, numa sessão já esgotada e que obrigou a uma segunda sessão, na tarde de sábado, em que o comediante nos questiona acerca de "O sentido das Coisas...e isso", propondo uma viagem entre o humor e a busca da resposta à dúvida "porque é que estamos aqui?", num espetáculo que promete fazer rir – e muito!

Na noite de sábado, o palco é dado a associações de teatro, dança e de música do concelho. O espetáculo dos 70 anos será conduzido por Eladio Climaco, conhecido apresentador de televisão, e conta com as atuações de PAMA, Escola de Samba Sócios da Mangueira, Oficina de Teatro do Cértima, Grupo Cénico de Santa Cristina, Companhia de Teatro Caixa de Palco, Ballet do Hóquei Clube da Mealhada, Filarmónica Lyra Barcoucense e Filarmónica Pampilhosense, com o seu grupo dixie, numa produção que procura mostrar o que de melhor se vai fazendo pelo município.

Já a tarde de domingo, dia 19, terá outro tipo de peça: a comédia "Quero ir prá ilha", que comemora os 50 anos de carreira de Carlos Areia, ator que ficou celebrizado por usar esta frase numa série de televisão e que, mais uma vez, promete a gargalhada fácil. Estes dois espetáculos – de sábado à noite e de domingo à tarde – são gratuitos e de celebração desta data com a população mealhadense e o público do Cineteatro Messias.

Um percurso de 70 anos

No próprio dia do aniversário, sábado, às 21h, antes do espetáculo de variedades, será inaugurada uma exposição que procura retratar este percurso de 70 anos do cineteatro: os seus protagonistas, as suas histórias, as suas memórias e momentos, através de fotografias, notícias de jornais, depoimentos e até com exibição de material antigo desta casa de espetáculos.

Foi em 18 de janeiro de 1950 que o Cineteatro Messias foi inaugurado, pela mão do benemérito comendador Messias Baptista, industrial da Mealhada, que quis dotar a localidade de um espaço cultural alternativo ao Teatro Mealhadense, que estava já em avançado estado de degradação. Inicialmente tinha capacidade para 500 lugares sentados, palco para a atuação de companhias de teatro, tela para projeção de cinema e salas e salões para diferentes eventos. O Cineteatro esteve em funcionamento até final da década de 80, altura em que encerrou devido a questões de segurança.

Foi reinaugurado em 2001 após a negociação da Câmara Municipal da Mealhada com a família Messias, proprietária do edifício, que permitiu a recuperação desta casa de espetáculos com a cedência do espaço por 55 anos.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

31 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Mealhada - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Mealhada

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.