Portal Nacional dos Municípios e Freguesias


Testado Plano de Evacua--o da Zona Industrial de Vila Nune

No âmbito dos programas ‘Aldeia Segura’ e ‘Pessoas Seguras’ foi realizado no passado sábado, dia 8 de junho, um simulacro para testar o plano de evacuação da Zona Industrial de Vila Nune, o qual pretendeu criar dinâmicas e hábitos de autoproteção, familiarizar as populações com as condutas adequadas a observar em caso de evacuação ou confinamento, treinando-as para esse efeito.Neste simulacro que envolveu um total de 37 operacionais, apoiados por 13 veículos, marcou presença o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, enquanto responsável pela Proteção Civil Municipal, o presidente da Junta de Freguesia do Arco de Baúlhe e Vila Nune, Carlos Teixeira, bem como as seguintes entidades: Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil de Braga, Gabinete Técnico Florestal (GTF), GNR, Bombeiros Cabeceirenses, Polícia Municipal, Cruz Vermelha Portuguesa – Núcleo do Arco de Baúlhe, Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Baldio de Vila Nune e Oficiais de Segurança Local de Vila Nune e Arco de Baúlhe. Com a concretização deste simulacro foi possível testar a implementação de estratégias destinadas a sistematizar o conjunto de ações essenciais a uma evacuação o mais segura e eficaz possível, que permita movimentar as pessoas face à aproximação de um incêndio rural para locais mais seguros. Através da realização deste simulacro foi possível testar o sistema de alerta de evacuação, o sistema de aviso à população e o sistema de comunicação entre as forças operacionais. Testados foram igualmente o plano de evacuação, o abrigo coletivo e o papel do Oficial de Segurança Local. De referir que os programas ‘Aldeia Segura’ e ‘Pessoas Seguras’ têm como principais objetivos criar nas freguesias a função de Oficial de Segurança que tem como missão transmitir avisos à população, organizar a evacuação do aglomerado em caso de necessidade e fazer ações de sensibilização junto da população. Pretendem ainda sinalizar caminhos de evacuação nos aglomerados populacionais, definir locais de refúgio nas aldeias, sensibilizar populações para o que fazer em caso de incêndio e como evitar comportamentos de risco.



ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

74 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Cabeceiras de Basto - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Cabeceiras de Basto

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.