Portal Nacional dos Municípios e Freguesias


Candidatura a financiamento europeu para Atlas Termal preparada nas Caldas

Trinta especialistas em termalismo, de nove países, integrantes e parceiros da European Historic Thermal Towns Association (EHTTA), estão hoje reunidos nas Caldas da Rainha. O objectivo deste encontro é trocar e reunir ideias que contribuam para preparar uma candidatura a fundos comunitários para a elaboração de um Atlas Termal da Europa.

Numa primeira fase este projecto irá reunir e georreferenciar, numa plataforma online, informação sobre cerca de 250 cidades termais da Europa, permitindo estudos, avaliações e considerações que potenciem a sua divulgação e desenvolvimento.

A proposta desta candidatura, no valor de três milhões de euros, será apresentada em Bruxelas no próximo dia 14 de Março.


Segundo o responsável do conselho científico da EHTTA, Mario Crecente, um dos aspectos interessantes deste trabalho é, por exemplo, ajudar a reconhecer “que se está a perder uma oportunidade” ao não reabilitar “o património termal abandonado”.

A sistematização de informação a que este Atlas se propõe permitirá perspectivar e avaliar a importância que a reabilitação destes “recursos [hídricos, termais] pode ter no desenvolvimento e criação de riqueza”.

Daí a ideia de realizar esta reunião preparatória nas Caldas da Rainha que “está neste momento a reabilitar e reabrir as termas” o que, de certa maneira, ilustra o conceito deste Atlas, referiu Crecente.

A par dos recursos termais, Hugo Oliveira, vice presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha e membro do conselho executivo da EHTTA, soma a cultura e o património.

O dirigente salienta que termalismo, cultura e património estão associados desde sempre e que isso mesmo deve estar reflectido no projecto. “Todos os sítios onde há um espaço termal há sempre cultura associada”, afirmou o autarca, descrevendo o projecto do atlas como “uma alavanca para o desenvolvimento turístico e cultural” das cidades termais.

O projecto para a elaboração desta plataforma foi apresentado no primeiro encontro de cidades termais realizado em Portugal pela EHTTA, aquando a Semana Termal que decorreu em Maio de 2017, nas Caldas. Mondariz (Espanha) e Bath (no Reino Unido) e Caldas da Rainha foram as primeiras cidades a integrar a iniciativa.

Da agenda de trabalhos prevista para hoje, destaque para uma “acção de rua” em que os especialistas presentes no encontro foram ouvir as ideias e as opiniões das pessoas sobre “o que foi, o que é, e como imagina que será no futuro uma cidade termal”.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

33 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Caldas da Rainha - VER TODAS

Projecto Speak Caldas

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Caldas da Rainha

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.