Portal Nacional dos Municipios e Freguesias


Festival MÚSICA EM LEIRIA

Festival MÚSICA EM LEIRIA
As cidades de Leiria, Batalha, Marinha Grande e vila de Castanheira de Pera vão encher-se de melodias entre os dias 29 de maio e 18 junho. Trata-se da 33.ª edição do Festival “Música em Leiria” um evento que promete animar a região centro com vários espetáculos de música e dança. Com um novo diretor artístico, o maestro António Vassalo Lourenço, o festival apresenta este ano como grande novidade um programa infantil dirigido a famílias.

Organizado pelo Orfeão de Leiria Conservatório de Artes (OL|CA), o Festival “Música em Leiria” decorre entre 29 de maio e 18 de junho, nas cidades de Leiria, Batalha, Marinha Grande e na vila de Castanheira de Pera, sob a direção artística de António Vassalo Lourenço. A temática escolhida para esta edição de 2015 assenta na ideia de “cruzamentos”. 

O espetáculo de abertura do “Música em Leiria” vai juntar no palco do Teatro José Lúcio da Silva (Leiria), Maria João & Mário Laginha, acompanhados pela Orquestra Filarmonia das Beiras e o Coro do Orfeão de Leiria. Este concerto de orquestra, voz e piano, executará obras de Mário Laginha com arranjos especiais para coro, integrando mais de 70 elementos em palco. Vasco Pearce de Azevedo é o maestro convidado, estando o concerto agendado para as 21h30, do dia 29 de maio.

A 31 de maio é a vez do Cineteatro da Praça da Notabilidade, em Castanheira de Pera, receber a grande novidade do cartaz deste ano: o espetáculo infantil de música e dança “Como é que eu vim aqui parar?”, que será interpretado por alunos e professores das Escolas de Música e de Dança do Orfeão de Leiria.

Agendado para as 15h00 de domingo, trata-se de um espetáculo de música e dança em forma de episódios encadeados, cheios de ritmo que pretendem relatar o que leva uma criança a embarcar no mundo mágico dos sons e do movimento.

Nas Capelas imperfeitas do Mosteiro da Batalha realiza-se a 2 de junho, o concerto pela Camerata de Sopros Silva Dionísio sob a direção de Alberto Roque. O programa, agendado para as 21h30, tem como principal foco a apresentação de novas obras portuguesas para uma formação de sopros de câmara, a qual tem as suas raízes na tradição das “Harmoniemusik”. A acompanhar os três compositores portugueses estará uma das grandes
referências francesas da Direção e da Orquestração: André Caplet.

Um dia depois, a 3 de junho, decorre no Teatro Miguel Franco, pelas 21h30, o espetáculo de Cellostatus & Beatriz Nunes, um ensemble de violoncelos e voz de Beatriz Nunes (vocalista dos “Madredeus”), unidos pelo prazer música atravessam diversos universos musicais, geográficos e temporais.

O bailado “Casa do Rio” pela Companhia de Dança de Almada, promete animar o palco do Teatro José Lúcio da Silva, às 21h30. Inspirado na música portuguesa, este bailado tem por base a diversidade da cultura nacional, sendo a sua coreografia da responsabilidade de Benvindo Fonseca.

A música do Quarteto de Cordas de Matosinhos com Horácio Ferreira (clarinete),chega a 10 de junho para conquistar a Igreja de São Francisco (Leiria). Marcado para as 21h30, este concerto de música de câmara conta com a participação do Quarteto de Cordas de Matosinhos e do jovem clarinetista Horácio Ferreira, vencedor Prémio Jovens Músicos. Do programa constam obras de Vianna da Motta, Mozart e Ravel. 

Às 21h30 de 12 de junho, os Claustros do Convento de Santo Agostinho (Leiria) recebem a Orquestra de Jazz da Universidade de Aveiro sob a direção de Paulo Perfeito. Neste concerto propõe-se uma viagem desde os campos do Luisiana até à grande metrópole de Nova Iorque acompanhando a história do jazz numa audição comentada. 

No sábado, 13 de junho, pelas 21h30, a Igreja do Mosteiro da Batalha, receberá uma Gala Lírica com o tenor Carlos Guilherme e a soprano Isabel Alcobia com a Orquestra Filarmonia das Beiras.

O Festival “Música em Leiria” termina a 18 de junho com um concerto de Pedro Burmester no Teatro José Lúcio da Silva, às 21h30. Este espetáculo de encerramento é um recital de piano solo composto por obras de J. S. Bach, Franz Liszt e Fernando Lopes-Graça.

PODERÁ GOSTAR TAMBÉMOUTROS EVENTOS NO PAÍS - VER TODOS