Filarmonia no Fado

Filarmonia no Fado

FILARMONIA NO FADO proporciona um novo enquadramento para a música filarmónica, colocando-a em contacto e contraste com a linguagem do Fado. O espetáculo, que reunirá cerca de 250 músicos em palco, é o resultado do trabalho colaborativo desenvolvido entre quatro maestros, quatro bandas filarmónicas de Santa Maria da Feira, a fadista Sandra Correia e Luís Cardoso, responsável pela transcriação e arranjos das obras. Ao palco sobem a Banda de Música de Arrifana, a Banda Musical de S. Tiago de Lobão, a Banda Marcial do Vale e a Banda Musical de Souto, representantes de uma matriz cultural filarmónica tão evidente no país. Mais do que um concerto, uma celebração da harmonia. “A primeira vez que ouvimos a Sandra Correia ficamos “incomodados”. Não sabemos bem o que estamos a sentir, que força é aquela que nos leva às lágrimas, que nos toca tão fundo. Apenas sabemos que o queremos voltar a sentir”, lê-se no Portal do Fado, que apresenta a fadista e a sua consolidada carreira artística. Sandra Correia nasceu em Fornos, Santa Maria da Feira. Sendo filha de um músico, cresceu rodeada de música. O seu pai ensaiava em casa, pelo que sempre esteve rodeada de muita música, músicos, de toda a agitação resultante de ensaios, espetáculos, viagens, instrumentos musicais. Começou a cantar em criança, em associações, em festas, em concursos. Aos 11 anos já cantava todo o repertório que tinha de Amália. Mas foi na música popular portuguesa que surgiu o primeiro convite para cantar profissionalmente, aos 16 anos. Atualmente, Sandra Correia faz parte do elenco do Clube de Fado, em Alfama.

PODERÁ GOSTAR TAMBÉMOUTROS EVENTOS NO PAÍS - VER TODOS

PUBLICIDADE