Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Não consegue dormir? Tente as nossas sugestões

Dormir pode ser por vezes um autêntico pesadelo. O cansaço pode até existir, bem como a necessidade enorme de fechar os olhos e se deixar levar por uma noite tranquila de sono, mas a ansiedade, o stress, as preocupações podem ser verdadeiros inimigos na hora de dormir. Voltas e mais voltas na cama, olhos  bem despertos, mil e um pensamentos quando o que mais se quer é ter a mente vazia...e a consciência de que precisa mesmo de descansar mas não consegue...e o relógio sempre a avançar...

Esta é a realidade de muitos portugueses que acabam por ter de entrar no mundo dos medicamentos para conseguirem uma noite de sono.

Existem no entanto algumas estratégias que pode e deve tentar para adormecer de forma natural antes de entrar no mundo dos medicamentos.

Podem não dar certo de imediato, mas não desista. A nossa sugestão é que não tenha enormes expectativas. Pratique e deixe-se surpreender pela técnica ou técnicas com as quais se identificar mais:

1)      Exercicio “4-7-8”. Este exercicio de origem indiana, tem 5 etapas:

  1. Expire o ar por completo através da boca, fazendo barulho como quem sopra
  2. Feche a boca e inspire o ar calmamente, através do nariz, contando até 4
  3. Prenda a respiração e conte até 7
  4. Pela boca expire o ar totalmente e conte até 8
  5. Repita este ciclo mais 3 vezes

2)      Crie rotinas agradáveis antes de se deitar como tomar um banho morno, ouvir música tranquila, fazer palavras cruzadas, procurar o silêncio, lêr um bom livro, tomar uma bebida quente...

3)      Assegure um ambiente favorável ao sono: Na hora de deitar use almofadas e roupas de cama limpas e confortáveis, escureça o quarto, crie um ambiente fresco (17-21 graus Celsius)

4)      Faça exercicio físico, mas evite-o 3 horas antes de dormir, dado que estes aumentam a frequencia cardíaca.

5)      Fique longe das tecnologias (computador, tablet, telemóvel, televisão), já que o seu cérebro continua a processar o que acaba de fazer, mesmo após desligá-los. Diminua essas actividades à medida que se aproxima a hora de dormir.

6)      Evite a cafeína a partir das 16h e tente não fazer refeições pesadas, tardiamente.

7)      Cumpra os horários de sono, isto é, deite-se e levante-se sempre à mesma hora.

8)      10 minutos antes de dormir faça alongamentos:

  1. Deite-se de costas na cama, sobre as pernas e abrace-as, mantendo a coluna assente na cama. Permaneça assim 15 segundos e repita 5 vezes.
  2. Deite-se de lado com os joelhos dobrados. Abra os braços ao mesmo tempo que roda apenas o tronco de forma a que os ombros e braços fiquem assentes na cama (1 de cada lado). Permaneça assim 15 segundos. Levante os joelhos e centre a cabeça, trocando os joelhos e pescoço de lado repetindo o movimento 6 vezes, 3 de cada lado.
  3. Deite-se de costas na cama, dobre as pernas e tente segurar os calcanhares com as mãos. Empurre as costas para cima de forma a ficarem apenas os pés, braços e cabeça assentes na cama. Permaneça assim por 15 segundo e repita 5 vezes.
  4. Deite-se de costas e levante uma das pernas. Com a perna bem esticada, coloque um pano na planta do pé, puxando-o por 15 segundos. Repita 3 vezes em cada perna.
  5. Sentado com a coluna bem direita, levante os 2 braços agarrando uma mão na outra. Depois, suavemente, incline-se lateralmente para um dos lados permanecendo assim 15 segundos. Troque de lado e repita 5 vezes.

9)      Se não adormecer nos primeiros 30 minutos, não force: levante-se e faça algo leve como ler,fazer sudoku, listar as tarefas para o dia seguinte. Volte para a cama apenas quando se sentir cansado.

10)   Pense numa imagem ou numa actividade relaxante imaginando os cheiros, sons da água, dos animais, sensação da areia, movimento das folhas.. .

11)   Exercícios de Mindfulness: treine a mente  para permanecer onde o seu corpo estiver. Confuso? Damos-lhe três exemplos:

  1. No banho, sinta a água a cair sobre a pele, o efeito que ela tem sobre os músculos, a  sua temperatura. Se a sua mente divergir, volte a atenção para o cheiro do sabonete, a sensação do champô no cabelo, o vapor na casa de banho.
  2. Enquanto caminha,  concentre-se na sensação dos seus pés a tocarem o chão, nas cores que o envolvem, no vento que bate na sua cara,  nos barulhos que estão à sua volta...
  3. Ouça atentamente. Tente distinguir os sons que o envolvem como uma música ao longe, o alarme de um carro, o barulho das árvores, o ranger de uma porta...

Este princípio pode ser posto em prática nas rotinas do dia a dia ( escovagem dos dentes, durante a refeição, durante a viagem nos transportes). O objetivo é focar a sua atenção no momento, naquilo que está a experienciar, no que está a ver e a sentir, trazendo a sua mente de volta sempre que ela tentar divagar para longe.

Esperamos que estas dicas lhe sejam úteis.

NOTA- Se sofre de distúrbios do sono o melhor é visitar um especialista, nunca se automedique.

POR: PNMF




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar este artigo, Partilhe!
930 PARTILHAS / VISITAS

PODERÁ GOSTAR DE LEROUTROS ARTIGOS EM DESTAQUE




DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO / QUESTÃO SOBRE ESTE TEMA: