Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Gil da Pena

GIL DA PENA era apenas um menino, mas as gentes do Algarve ainda hoje o lembram quando chega a hora de relatar antigas histórias de valentia dizendo: 

Ah Gil, Gil

Quem de ti

Tivera mil!

Pois bem, esta história remonta ao tempo em que os nossos primeiros reis guerreavam com os mouros do Algarve. Apesar de bárbara, era uma época de verdadeiros heróis.

Um dia, El-rei D. Afonso III chegado a Salir, manifestou a  D. Paio Peres Correia (chefe dos cavaleiros de Santiago) desejo de ir a Algueirão do cerro da Pena, pelo que, cavaleiros e rei para lá se dirigiram.

No cerro da Pena, depararam-se com fortificações mouras abandonadas bem como com uma caverna onde os muçulmanos costumavam descansar com as suas mulheres.

Durante o percurso, um rapazinho abeirou-se do rei pedindo para ser alistado nas hostes. Surpreendido pela audacidade do menino e pela sua juventude, D. Afonso III perguntou-lhe:

-Que idade tens tu?

-Catorze, senhor!

-És muito criança e não tens ainda barbas em que segures o pente!

O rapaz curvou-se respeitosamente, afastando-se. Momentos depois, quando o grupo de cavaleiros apareceu no outro lado do cerro, Gil abeirou-se novamente do Rei reafirmando o seu pedido. Um pouco enfadado, o Rei retorquiu:

-Já te disse o que tinha a dizer! És muito criança ainda e nem barbas tens que te segurem um pente...

Sem hesitar, Gil tirou do bolso um pente com dentes de ferro e espetou-o no queixo, dizendo:

-Pois está o pente seguro!

D. Afonso III, surpreendido com tal procedimento, perguntou:

-Como te chamas, rapaz?

-Gil, real senhor!

-Pois então Gil, seja feita a tua vontade! Hoje mesmo entrarás na hoste!

Foi então ordenado o alistamento e, aquando da sua primeira batalha, combateu de forma tão corajosa que o rei mandando-o chamar, exclamou publicamente:

-Ah Gil, Gil, quem de ti, tivera mil!

POR: PNMF




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar este artigo, Partilhe!
201 PARTILHAS / VISITAS

PODERÁ GOSTAR DE LEROUTROS ARTIGOS EM DESTAQUE




DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO / QUESTÃO SOBRE ESTE TEMA: