Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Covid19- Cuide bem da alimentação das crianças

Publicado em: 2020-04-03

Covid19- Proteja as crianças

O Covid-19, alterou profundamente a vida de todo o mundo não sendo os portugueses, infelizmente, excepção.

Numa altura em que milhares de crianças se encontram em casa devido ao encerramento das escolas, são muitos os pais ou cuidadores que se debatem com “o que fazer quando a permanência das crianças em casa é tão prolongada?”

A verdade é que as rotinas de todos sofreram grandes mudanças, e estar em casa tanto tempo, propicia comportamentos que muitas das vezes não são os mais saudáveis. As horas excessivas em frente ao computador (tablet, telemóvel e afins), alimentos hipercalóricos, falta de exercício físico são de facto uma realidade que muitas famílias atravessam nesta altura.

Já que este período de “espera” é algo que não podemos contornar, temos de tentar que ele seja o menos prejudicial possível para as nossas vidas e em especial para as nossas crianças. Assim, tendo por base recomendações da Direcção Geral de Saúde, a Equipa do Portal reuniu aqui algumas medidas que devem ser adoptadas, no que respeita aos mais jovens.

1)      Comer 2 a 3 peças de fruta por dia;

2)      Comer sopa no início das duas refeições principais;

3)      Hortaliça deve estar presente  no prato principal. Sabemos que nem sempre as crianças são fãs de produtos horticulas, mas com um bocadinho de originalidade na implementação desses produtos, consegue-se.

4)      Água…e muita. Sempre como substituição de toda e qualquer bebida artificial açucarada (bebidas refrigerantes, néctares e sumos de fruta). Porque não tentar preparar água aromatizada?

5)      Snacks ricos em sal, açúcar e gordura: OUT! A alternativa mais fácil neste caso é mesmo… não os ter em casa!

6)      Leite e derivados (iogurte e queijo) são importantes fontes de cálcio, minerais e vitaminas indispensáveis ao crescimento e desenvolvimento das crianças, por isso o seu consumo deve ser diário (até 500ml/dia).

7)      Lembram-se da roda dos alimentos? Pois bem, ela é uma boa guia para basearmos a alimentação. Um bocadinho de cada grupo é o ideal tendo em conta que se deve ingerir mais alimentos dos grupos maiores e menos alimentos (menos quantidade) dos grupos mais pequenos.

 

 

 

Posto isto:

  • As refeições principais deverão sempre começar com uma sopa de legumes, podendo implementar-se algumas leguminosas para variar.
  • Segue-se o prato principal, preferencialmente cozidos, grelhados,estufados, tudo isto em vez de fitos. O prato principal deverá ser variado e dividido a meio. Metade do prato deverá ter horticulas (que deverão ir variando). A outra metade deverá ser subdividida em duas partes: uma onde estará o arroz, massa , batata ou alimentos do grupo dos cereais, e a outra parte com carne, peixe ou ovos.
  • Para não enjoar, mas também para potenciarmos o máximo os benefícios dos alimentos que existem é conveniente variar entre refeições de peixe e carne, ou se possível, dando especial preferência ao peixe.
  • Para terminar, fruta da época, variando de refeição para refeição dentro do possível.
  • A água deverá ser a opção em termos de bebida.


Autoria:

PNMF




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar este artigo, Partilhe!
222 PARTILHAS / VISITAS

PODERÁ GOSTAR DE LEROUTROS ARTIGOS EM DESTAQUE