Portal Nacional dos Municípios e Freguesias


Loures exige mais investimentos na área da Saúde

 

O périplo teve início no dia 6, com a visita à Unidade de Saúde de Santo António dos Cavaleiros, seguida da visita à Unidade de Saúde de Loures e a um encontro com a equipa da Unidade de Cuidados na Comunidade de Loures.

Sempre na presença da direção do Agrupamento de Centros de Saúde Loures-Odivelas e da Administração Regional de Saúde e Vale do Tejo, o primeiro dia terminou com uma visita à Farmácia Nova de Loures e com uma reunião do Conselho da Comunidade do Agrupamento de Centros de Saúde de Loures e Odivelas.

O segundo dia da iniciativa Mais perto de si! – Saúde começou bem cedo, com o contacto com a população de Unhos, seguido de uma visita à Unidade de Saúde desta localidade.

O Executivo Municipal deslocou-se depois à Unidade de Saúde da Apelação. Após esta esta visita e contacto com utentes, o presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares, procedeu a uma declaração, na qual salientou que “temos vindo a verificar as condições de várias infraestruturas de saúde, e hoje em particular, a inadequação das unidades de Unhos e da Apelação, o que confirma a determinação da Câmara em avançar com a construção do Centro de Saúde do Catujal, tal como também decidimos em relação ao Centro de Saúde do Tojal, lançando, nos próximos meses, o concurso para a elaboração do projeto, fazendo com que este processo ande, independentemente de depois se acertar com o Ministério da Saúde as condições para a sua construção”.

Bernardino Soares explicou que “são dois centros de saúde muito importantes para a vida destas populações, que só dão resposta mínima, porque o esforço dos profissionais e da sua organização tem vindo a conseguir colmatar algumas necessidades, com grandes dificuldades, e em condições muito inferiores àquilo que seria desejável”.

Por outro lado, revelou, “os novos centros de saúde serão também um contributo para procurar atrair e fazer com que o Ministério da Saúde coloque mais médicos e mais enfermeiros. Nós temos mais de 50 mil pessoas sem médico de família no nosso concelho e esse é um problema grave. O Ministério da Saúde tem de ter em atenção as carências no nosso concelho na sua política de contratação e colocação de médicos, enfermeiros e administrativos”.  

A iniciativa continuou depois com a visita ao terreno cedido pela Câmara Municipal para a construção do futuro Centro de Saúde de Unhos e Apelação, no Catujal, e a deslocação às instalações cedidas pelo Município para a prestação de cuidados de Psiquiatria e Saúde Mental à População Adulta de Loures Oriental, em Sacavém.

O segundo dia terminou com a visita e reunião com a administração do Hospital Beatriz Ângelo e um encontro com a grande maioria das farmácias do concelho de Loures.

Recorde-se que a saúde é uma das áreas de intervenção pública com maior impacte na vida das populações. Por essa razão, trata-se de uma área que está no centro das prioridades do Município de Loures, seja na sua atividade própria, seja na exigência de mais e melhores respostas do Ministério da Saúde.

 

 

 




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

40 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Loures - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Loures

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.