Portal Nacional dos Municípios e Freguesias


Estarreja homenageia os três carpinteiros navais ainda em atividade

Os três carpinteiros navais irão receber a Medalha de Mérito Municipal, o galardão máximo atribuído pelo Município de Estarreja.  António Esteves, Felisberto Amador e Arménio Almeida são os sobreviventes dos tempos áureos das embarcações em madeira, regulados pela arte e pelo “pau de pontos” – o instrumento mágico da construção naval lagunar com cerca de 1,50m de comprimento que tem marcadas todas as medidas necessárias à construção dos barcos. 

Os três pardilhoenses representam “todos os construtores navais que outrora com o seu trabalho e dedicação engrandeceram a arte da Construção Naval no Concelho de Estarreja, conservando um património material, imaterial e cultural que urge preservar e proteger”. 

“Homenagear a arte da Carpintaria Naval é, também, uma forma de a preservar, incentivando os mais novos aprendizes a adquirirem estes conhecimentos, junto dos três construtores navais ainda em atividade. Ainda hoje, nos seus estaleiros, os construtores navais António Esteves, Felisberto Amador e Arménio Almeida talham artesanalmente muitas embarcações, usando o pau de pontos, onde estão gravadas as medidas das embarcações, a serra de mão, o enxó ou a gata que serve para erguer peças na embarcação”, refere a proposta de atribuição da Medalha de Mérito apresentada pelo Presidente da Câmara Municipal, Diamantino Sabina, e aprovada por unanimidade pelo executivo camarário.

“Tendo em conta a atividade desenvolvida, a dedicação e o relevante mérito das suas ações e contributos na preservação desta arte ancestral e que define parte da nossa identidade cultural,  proponho que em 2019 se atribua a Medalha de Mérito Municipal aos mestres construtores navais ainda em atividade no nosso Concelho: António Esteves, Felisberto Amador e Arménio Almeida, homenageando na pessoa destes mestres, que se encontram no ativo, todos os construtores navais que outrora com o seu trabalho e dedicação engrandeceram a arte da Construção Naval no Concelho de Estarreja”, enaltece a proposta.

A construção de barcos em madeira no concelho remonta ao século XIX

Segundo a Estatística Industrial do Distrito de Aveiro, de 1867, o concelho de Estarreja que então abrangia a Murtosa, registou o lançamento à água de 85 barcos, entre os quais barcos grandes de pesca no mar. 

No início do século XX, a carpintaria naval intensificou-se, com o aumento do lançamento à água de várias embarcações. O engenho e destreza dos mestres e a abundância da mão-de-obra especializada justificou a fixação em Pardilhó, em 1937, da delegação distrital dos Sindicatos dos Operários da Construção Naval. 

Na década de 40/50 havia, só em Pardilhó, mais de 30 carpinteiros navais no ativo. A arte foi passando, de geração em geração, com instrução pelos velhos mestres e os estaleiros servindo de escola aos novos aprendizes.

Campeões são aplaudidos

Estarreja entende por bem valorizar e distinguir com Votos de Louvor Municipal, atletas e clubes que se tenham sagrado Campeões Nacionais e que tenham conquistado títulos internacionais na última época desportiva. Estarreja continua a destacar-se na obtenção de bons resultados em diversas modalidades. Na quinta-feira, serão distinguidos 29 atletas nas modalidades de patinagem, canoagem, orientação, bmx, squash e natação.

Melhores alunos merecem distinção

São distinguidos também com Votos de Louvor Municipal os três melhores alunos do 9º ano e os dois melhores alunos do 12º, dos dois Agrupamentos de Escolas existentes no Município - de Estarreja e de Pardilhó -, reconhecendo ao mesmo tempo o papel fundamental dos docentes, das famílias, da comunidade escolar e educativa e da qualidade do ensino que é ministrado nas escolas estarrejenses.

Agradecimento aos trabalhadores municipais

Na Sessão Solene agendada para as 15h, Estarreja reconhece ainda o papel dos trabalhadores da Câmara Municipal com homenagem a dois colaboradores que se aposentaram o ano passado e a dois que comemoraram 25 anos de serviço.

O Cine-Teatro Municipal volta a ser o palco da cerimónia, presidida pela Presidente da Assembleia Municipal, Regina Bastos, e pelo Presidente da Câmara Municipal, Diamantino Sabina, e que contará com a presença do Orfeão da Banda Visconde de Salreu. 

Às 17h, terão início as cerimónias religiosas – Missa Campal e Procissão – na Capela de Santo António e na Praça Francisco Barbosa. 

Terminará com chave de ouro o Dia do Município de Estarreja, com o concerto Bandas em Festa, às 22h, no Parque Municipal do Antuã. Esta é a segunda edição de um concerto único e desenhado especialmente para as Festas de Santo António pelas três bandas filarmónicas do concelho - Bingre Canelense, Visconde de Salreu e Club Pardilhoense -, que, a convite do Município, se juntam naquele que será um “superconcerto” com 150 músicos no mesmo palco e os três Maestros das bandas na direção musical.

 

 

Programa completo das Festas de Santo António, da Cidade e do Município de Estarreja




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!

64 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Estarreja - VER TODAS

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Estarreja

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.