Portal Nacional dos Municípios e Freguesias


Rabanada à Poveira: uma marca da Póvoa de Varzim que nos diferencia

Rabanada à Poveira: uma marca da Póvoa de Varzim que nos diferencia

A 21ª edição do Concurso «Delícia de Rabanada”, que teve 24 rabanadas a concurso, atraiu muitos poveiros ao local que não quiseram perder a oportunidade de provar este doce natalício e votar no seu preferido. O prémio do público foi para O Farol.

O júri, constituído por oito elementos - Marta Quintas (Chef – ESHT); Arminda Campos (Chef - Agrupamento Campo Aberto Beiriz); Cristina Félix (Diretora da Escola de Hotelaria e Turismo – Viana do Castelo); Camilo Sousa (APHORT); Cristina Mendes (Turismo do Porto e Norte de Portugal); Marco Gomes (Chef de cozinha – Restaurante Oficina, Porto); Paulo Sá Moreira (Vice-Presidente Confraria dos Sabores Poveiros) e Olga Cavaleiro (Presidente da Federação das Confrarias Gastronómicas) – decidiu distinguir como: 1º Classificado, o Restaurante Casa dos Frangos; 2º Classificado, o Café Pérola do Mercado; 3º Classificado, o Restaurante Marinheiro. Foi ainda atribuída a Menção Honrosa ao Restaurante O Nosso Café.

Como todos os anos, decorreu no mesmo local, durante a tarde, a Feira da Rabanada, que contou com a participação de muitos dos vencedores dos últimos 21 anos, que tiveram à venda os seus doces premiados. Com esta venda foram angariados 420€ que, por sorteio, serão entregues ao Centro Social da Paróquia de Beiriz.

O Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Aires Pereira, e a Vereadora do Turismo, Lucinda Amorim, marcaram presença no evento.

O edil transmitiu que “este é um percurso que já levamos de alguns anos. Inicialmente, eram meia dúzia de senhoras que participavam a título particular. Fizemos um percurso enorme de reconhecimento da importância desta marca – Rabanada à Poveira – e felizmente agora, em qualquer restaurante da Póvoa já há rabanada à poveira dentro daquilo que são os padrões de qualidade a que a sua confeção obriga”.

Aires Pereira fez um agradecimento especial a todas as pessoas que se disponibilizaram a fazer parte do júri, “sem vocês não há concurso”, a todas as pessoas que participaram, realçando que “o importante é participar. Este ano, ganham uns, depois serão outros”.

O Presidente referiu-se à importância de manter a tradição, destacando o papel da Confraria que “tem tido um trabalho magnífico de divulgação pelo país inteiro”. Neste sentido, disse que “vamos fazendo este percurso neste país e nesta região que se pretende afirmar como um produto diferente. Se quisermos continuar a ter os níveis de turismo que estamos a ter, temos que nos diferenciar de alguma forma. A nossa diferença é a nossa realidade cultural, gastronómica e arquitetónica”.

Aos profissionais da restauração e cafetaria desejou um bom ano de 2019 e fez o apelo para que “continuem a apostar na qualidade e na forma como servimos quem nos recebe”. E a este propósito, destacou o trabalho desenvolvido pela Escola E.B. 2/3 Campo Aberto (Beiriz), nos cursos profissionais desta área e cujos alunos participaram neste evento.

Veja a fotogaleria.




ENVIE ESTE ARTIGO POR EMAIL PARA UM(A) AMIGO(A) >>


Ajude a divulgar esta noticia, Partilhe!


85 PARTILHAS / VISITAS

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Póvoa de Varzim - VER TODAS

Plano BTT já começou

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Póvoa de Varzim

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.