Portal Nacional dos Municipios e Freguesias


Sandra Pestana apresentou “CLEO” no Bombarral

Sandra Pestana apresentou “CLEO” no Bombarral

A iniciativa foi promovida pelo BomGato, grupo de voluntários que se dedica a ajudar os gatos de rua na vila do Bombarral, a quem se destinou a verba referente aos livros vendidos nesta sessão.

Falando sobre a sua obra, Sandra Pestana começou por referir que “este deve ter sido o livro que demorou mais a tempo a ser escrito, demorei 16 anos a fazê-lo”.

“No momento em que peguei pela primeira vez ao colo aquele tufo dourado de pêlo, com umas orelhas enormes, uns olhos muito grandes e expressivos, estava a escrever, no meu coração, o primeiro capítulo deste livro”, acrescentou a autora.

Como recordou, foram várias as “pedras” que se atravessaram no caminho da Cleo e foi com elas que decidiu, em sua homenagem, erguer um “castelo”, que é representado por este livro.

“Fui colocando essas pedras, umas sobre as outras, unindo-as com os ingredientes que nos acompanharam ao longo da vida: a amizade, o carinho, a generosidade, a cumplicidade, a lealdade, a partilha, a tolerância, o respeito, a confiança e um amor verdadeiramente incondicional”, contou a escritora.

Para além de prestar homenagem à Cleo, com este livro Sandra Pestana pretende igualmente “mostrar às pessoas que um animal de estimação é um membro efetivo da família e que a vida com ele é seguramente muito melhor”.

Esta obra é também uma homenagem “a todos os animais, sobretudo àqueles que um dia, por falta de sorte, foram para às mãos de pessoas sem escrúpulos, que tiveram a felicidade de nascer num país com leis demasiado brandas quando se trata de punir maus tratos a animais”.

Por fim, a escritora fez questão de dirigir um “agradecimento a todos os protetores de animais”, pessoas que “por vezes deixam de ter vida própria para poder tratar dos animais que não são de ninguém”.

Após a apresentação da obra, Vitor Fonseca, vereador da Câmara Municipal do Bombarral, dirigiu algumas palavras a todos os presentes, no sentido de garantir a disponibilidade da autarquia para continuar a apoiar a causa da proteção dos animais.

Por sua vez, Sérgio Duarte, presidente da União de Freguesias de Bombarral e Vale Covo, aproveitou o momento para agradecer a disponibilidade da autora em vir ao Bombarral apresentar o seu livro.

Em representação do Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas, Francisco Santos, médico veterinário e técnico da Direcção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo, recordou que a ligação entre o homem e o cão vem desde a pré-história e nesse sentido lamentou que tenha sido necessário chegar ao século 21 para se reconhecer, em termos legais, que os animais não são objectos.

Antes de passar a palavra ao público presente, Cátia Rodrigues, do BomGato, dirigiu um agradecimento a todas as entidades que apoiam este grupo de voluntários na sua missão, como é o caso da Câmara Municipal, da União de Freguesias e da GNR, e demonstrou a sua disponibilidade para continuar a ajudar qualquer animal que esteja em perigo, e não apenas os gatos.

Na plateia, onde marcou igualmente presença a vereadora Patrícia Pereira, encontrámos várias pessoas que viveram o mesmo drama de Sandra Pestana e que aproveitaram o momento para partilhar a sua própria experiência.

RECEBA DIARIAMENTE AS NOTÍCIAS E EVENTOS DE
Bombarral

Registe aqui seu email para receber diariamente as últimas notícias e os próximos eventos a decorrer neste concelho.

EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Bombarral - VER TODAS