Comunicado N.º 06/2017 - Período crítico no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra incêndios

Comunicado N.º 06/2017 - Período crítico no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra incêndios

Comunicado N.º 06/2017 - Período crítico no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra incêndios

Comunicado N.º 06/2017 - Período crítico no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra incêndios

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Peniche e o Gabinete Técnico Florestal informam que: O Governo decidiu prolongar o período critico de incêndios até ao próximo dia 31 de outubro, no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios.

De acordo com a portaria assinada pelo Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel João de Freitas, circunstâncias meteorológicas excecionais prováveis para a segunda quinzena de outubro justificam o prolongamento deste período e a respetiva adoção de medidas e ações especiais de prevenção de incêndios florestais.O período em causa estende-se normalmente até 30 de setembro. No entanto, temperaturas com valores acima do que é padrão para a época, uma baixa probabilidade de ocorrência de precipitação e níveis muito elevados de valores acumulados de severidade meteorológica diária fazem prever uma manutenção do risco de incêndios em níveis elevados.A Portaria n.º 195/2017 de 22 de junho determina o período crítico no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta Contra Incêndios, que vigora até ao dia 31 de outubro de 2017.O SMPC e o GTF de Peniche relembram que durante o período crítico é proibido:Realizar de queimadas, fogueiras para recreio ou lazer, ou para confeção de alimentos;Utilizar equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos;Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração;O lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que circundem;A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.O desrespeito do Decreto-Lei n.º 15/2009 de 14 de janeiro, conjugado com o período crítico estabelecido pela Portaria n.º 195/2017 de 12 de junho é punível com contraordenações e coimas.



EM DESTAQUEÚLTIMAS NOTÍCIAS DE Peniche - VER TODAS

 


FB