Portal Nacional dos Municípios e Freguesias

Freguesia de Tabuado - Municipio de Marco de Canaveses

Menu da Freguesia

Tabuado é uma freguesia de características predominantemente rurais, bem perto da sede do concelho, situada entre as freguesias de Marco, Soalhães e Várzea, Aliviada e Folhada. De entre as várias redes viárias que a atravessam destaca-se a Estrada Nacional 101-5 que liga o concelho de Marco de Canaveses ao de Amarante. Muito perto do limite da Freguesia, em direção à cidade, fica a estação do caminho-de-ferro. É banhada pelas águas dos rios Galo e Ovelha.

A sua localização geográfica é um fator a ter em consideração para quem pensar Tabuado na medida em que a aproximação da via rápida que liga à A4 aliada à possibilidade de utilização dos transportes ferroviários incentiva à fixação da população dinamizando a construção de habitações e de infraestruturas sociais. Por outro lado, os cursos de água e as suas margens servirão para a prática desportiva e para zonas de lazer.

Na área ocupada pela Freguesia, 6,83 hectares, são vários os pontos que nos oferecem paisagens interessantes permitindo-nos avistar os concelhos de Amarante, Penafiel e Baião.

Do património edificado destacamos, em primeiro lugar, a sua Igreja Paroquial do Salvador de Tabuado, de arquitetura que estabelece um desenho de transição do Estilo Românico para a presença de elementos de traça gótica. No entanto, com as alterações que sofreu a partir do século XVII, nomeadamente com uma Torre Sineira, a sua fachada, ganhou um novo desenho.

É um templo de planta retangular, composto por uma nave única, capela lateral adossada e capela–mor, esta com um vão que dá acesso à sacristia adossada num momento posterior ao da sua fundação. Precede a frontaria um robusto campanário, que faz lembrar uma torre de defesa. O portal principal tem três arquivoltas em arco quebrado. As impostas decoradas com motivos zoológicos, os contrafortes e os capitéis são outros dos elementos claramente românicos. Já a rosácea que encima a porta prinicipal é já um elemento que anuncia o Estilo Gótico. Na parede testeira da capela-mor, na sua face interna, merece destaque uma pintura mural de um momento possivelmente da segunda metade do século XV. Sendo esta um exemplar único da pintura desse período, conferindo assim uma particulariedade ímpar a este monumento.

São também dignas de visita as capelas de Santo António e de Santo Amaro, situadas no Centro Cívico da Freguesia, e a capela de Santa Maria, local para onde, em tempos remotos, se faziam as “Novenas” e as Procissões em louvor a Nossa Senhora. Conta-se que estas manifestações de fé eram mais frequentes em tempo de seca e se destinavam a pedir chuva, o que no final acontecia. Existem ainda capelas particulares na Casa Solarenga de Santiago e na Casa da Várzea, hoje Casa de Turismo Rural.

A Casa de Quelhe, com o seu brasão, atesta a presença nesta Freguesia de figuras ilustres, tais como, Dr. Amadeu Encarnação, médico. Refira-se também o nome de Fernando Monterroso, coronel-médico, da Casa dos Remédios, atual Casa das Vendas. È ainda desta terra o poeta Joaquim Monteiro, que deu nome à Biblioteca Municipal de Marco de Canaveses.
De interesse são também as Torres da Pena e de Nevões. A torre de Nevões ou Novões foi no passado a torre da Casa Senhorial da Família dos Padroeiros da Igreja do Salvador de Tabuado, com vários ramos e apelidos do qual se destaca, atualmente, Montenegro, mas onde já figuraram Barros, Monterosso e outros. Num dos topos da longa frontaria, destaca-se a torre rectangular ameada. Hoje é um empreendimento turístico.

Para servir uma população residente de cerca de 1368 habitantes (Censos de 2001), na Freguesia, existe um Jardim-de-infância e uma Escola do 1.º Ciclo do Ensino Básico; uma Unidade de Saúde Familiar Extensão da de Alpendorada, com serviços médicos e de enfermagem; uma Clínica Dentária; Farmácia.


Conteúdo Brevemente Disponível

Entidades Públicas Nesta Freguesia

Estabelecimentos de Ensino Nesta Freguesia

Forças de Segurança Nesta freguesia

Centro Ciência Viva de Vila do Conde

O Centro Ciência Viva de Vila do Conde está situado numa antiga cadeia do início do século XX de arquitetura invulgar. O edifício foi adaptado às novas funções, conservando algumas memórias do passado. Este centro de ciência tem como temas principais a água e o sangue.

INFORMAÇÕES ÚTEIS:

Morada:
Avenida Bernardino Machado, 96
4480 - 657 Vila do Conde
GPS: 41.3543357849, -8.7340288162
(+351) 252 633 383

Horários:
10h - 13h e das 14h - 18h (terça a sábado)
Aberto aos domingos para grupos superiores a 10 pessoas com marcação prévia
Saber mais sobre Centro Ciência Viva de Vila do Conde

Galeria da Biodiversidade - Centro Ciência Viva

Situada num dos locais mais emblemáticos do Porto – o Jardim Botânico, a Galeria da Biodiversidade constitui-se como o primeiro Centro Ciência Viva dedicado especificamente à biodiversidade.

Um espaço onde a arte se cruza com a biologia e a história natural, estimulando uma panóplia de experiências sensoriais, propositada e cuidadosamente concebidas para celebrar a diversidade da vida, a Galeria da Biodiversidade é o primeiro espaço museológico do mundo criado de raiz segundo a filosofia da museologia total.

Neste local, os visitantes poderão encontrar um conjunto exemplar de 49 módulos expositivos e instalações, muitos dos quais desenvolvidos ou adaptados especificamente para a sua exposição permanente, que se organizam em 15 temas principais através dos quais se abordam os mais variados aspectos da diversidade biológica e cultural que hoje conhecemos. Com funcionalidades e características sem paralelo a nível mundial, e devidamente enquadradas numa gama extraordinariamente rica e diversificada de recursos museográficos, que vão desde modelos mecânicos até às mais sofisticadas plataformas multimédia e audiovisuais, esta nova e única plataforma cultural convidará os visitantes a embarcar numa viagem através da ciência, literatura e arte, durante a qual serão contadas as mais belas histórias sobre a vida.

INFORMAÇÕES ÚTEIS:

Morada:
Rua do Campo Alegre, 1191
4150-181 Porto
GPS: 41.1536598206, -8.6425714493
(+351) 220 408 727

Horários:

Galeria da Biodiversidade:
10h00 - 18h00 (terça a domingo)

Jardim Botânico do Porto:
10h00 - 18h00 (todos os dias)
09h00 - 19h00 (Horário de Verão - 1 de Abril a 30 de Setembro)
Encerra apenas nos dias 25 de Dezembro e 1 de Janeiro

Saber mais sobre Galeria da Biodiversidade - Centro Ciência Viva

Planetário do Porto - Centro Ciência Viva

O Planetário do Porto foi construído em 1998 com a missão de promover a cultura científica junto da população, bem como proporcionar aos jovens, sobretudo através da astronomia, a motivação para a ciência e a tecnologia e a oportunidade de iniciação à observação e experimentação.

A sua programação, animação e gestão científica são do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto. Tem uma cúpula de 12,5 m de diâmetro. Em 2015 o sistema de projeção foi totalmente renovado, convertendo-se ao digital.

INFORMAÇÕES ÚTEIS:

Morada:
Rua das Estrelas
4150 - 762 Porto
GPS: 41.1507186890, -8.6406564713
(+351) 226 089 800

Saber mais sobre Planetário do Porto - Centro Ciência Viva

OS CIRCUITOS CIÊNCIA VIVA

Os Centros Ciência Viva integram um programa de turismo do conhecimento - os Circuitos Ciência Viva - que o desafia a explorar 18 destinos em Portugal com o que de mais único pode descobrir. Em família ou com amigos, são mais de 200 as etapas que revelamos contando histórias, explicando factos, fenómenos e despertando para novas perguntas.

Partindo de cada Centro Ciência Viva, estas viagens cruzam museus e monumentos, parques e reservas naturais, grutas e minas, ateliês e oficinas, experiências de aventura e paisagens singulares.

Durante um ano, com um cartão, um guia e uma app, pode visitar gratuitamente os 20 Centros Ciência Viva, as vezes que quiser, e usufruir de vantagens em mais de 200 parceiros de todo o país.

É um presente para a família explorar durante um ano, com o espírito curioso dos viajantes.

Saiba mais aqui sobre os Circuitos Ciência Viva

ADQUIRIR CARTÃO

Sem ofertas disponíveis actualmente nesta freguesia.